Iniciativa apresenta soluções que atendem diversas necessidades geradas pela mobilização da sociedade no combate ao coronavírus

 

Dezenas de startups integrantes dos programas operados pela Softex, e também pertencentes ao ecossistema de inovação, estão desenvolvendo soluções que atendem diversas das demandas da sociedade nesse momento de união no combate à expansão do COVID-19.  A partir desta constatação, a entidade decidiu reunir essas iniciativas através da #EstamosJuntos, permitindo um acesso rápido dos interessados a todo um universo de soluções.

Uma delas é a plataforma de Healtcare desenvolvida pela Tyaro. Seu diretor, Paulo Sérgio Rangel Garcia, explica que ela combina diversas tecnologias de baixo custo “e permite que pacientes, cuidadores, médicos e familiares compartilhem todos os dados relevantes como frequência e dosagem dos medicamentos e históricos, incluindo exames tradicionais e de imagem”.

Segundo Paulo Rangel, a solução permite que todos os interessados “possam estar na mesma página em relação a qualquer uma das fases do tratamento, reduzindo a exposição aos riscos de contágio dos idosos e/ou pessoas com imunidade reduzida, além de diminuir os deslocamentos até hospitais e consultórios, através de teleconsulta”.

A Tyaro é Integrante do Conecta Startup Brasil da Softex e, segundo Paulo Rangel , o programa “tem grande importância não só ao viabilizar o acesso a recursos, uma vez que o desenvolvimento de uma solução exige mão de obra qualificada, mas também ao dar uma validação à nossa ideia, que passou a ser vista sob a perspectiva de um negócio com potencial de retorno financeiro”.

Participante do Projeto Setorial Brasil IT+, desenvolvido pela Softex e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), , a paranaense Chkout.me desenvolveu um aplicativo de carteira digital que permite realizar pagamentos com QR Code em estabelecimentos físicos e lojas virtuais, através do saldo disponível na conta digital ou por meio de cartão de crédito.

Seu CEO, Daniel Rigotti, lembra que a Chkout participou de diversas iniciativas da Softex, desde o planejamento inicial até o go to market, e que a empresa vem crescendo de forma sólida nos seus dois anos de presença no mercado. “O atual cenário representa uma oportunidade adicional ao favorecer o pagamento sem contato físico”, analisa Daniel.

Um número expressivo de segmentos está contemplado na Campanha #EstamosJuntos: Logística e Rastreabilidade (Amachains, LotsApp, Zumpy); Educação online (AulaLivre, EiTV); E-commerce, Varejo, Negociação e Fidelização (BigBang, Conatus, ShowKase); Pagamento Digital, Doações (Chkout.me, Risu); Home Office,  Comunicação e Treinamento Remoto (Citrus Squade, Immail, Inevent, Leadfind, Virti); Medicina à Distância (Doctor Konnect, Fjsoft, Medbloc, Receita  Digital, Rfid Brasil, Salutho, S3ND, Tail Technology, Techpain, Tyaro HealthCare); e Serviços de Limpeza e Higienização (Dona Rita, Sli Technology).

 

Saiba mais em https://softex.br/estamosjuntos/

No ano passado, o volume de negócios gerado pelas empresas aderidas representou 41% do total exportado pelo setor

 

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Softex anunciam a renovação para o biênio 2020-2022 do convênio do Projeto Setorial Brasil IT+, o maior e mais abrangente plano de internacionalização competitiva de empresas desenvolvedoras de software e prestadoras de serviços de TI já realizado no país.

Iniciado em 2005, ele tem por objetivos gerar novas oportunidades de negócios no mercado internacional para as companhias brasileiras participantes, ampliar o volume de exportações, aumentar a exposição da indústria brasileira de TI e fortalecer a imagem do Brasil como um centro mundial de excelência no setor.

O diretor de Negócios da Apex-Brasil, Augusto Pestana, destaca que o Brasil IT+, projeto feito em parceria com a Softex, está há 15 anos apoiando os negócios internacionais das empresas brasileiras do setor de TI. “A Agência entende este setor como extremamente importante para colocar o Brasil na era da transformação digital e com empresas que muitas vezes já nascem prontas ou rapidamente transformam suas soluções para o mercado internacional. Avaliamos criteriosamente os resultados anteriores e o potencial de negócios do setor e renovamos nosso plano de trabalho para os próximos dois anos”, reforça Pestana.

 

Em 2018, as 165 empresas integrantes do Projeto Setorial Brasil IT+, colaboraram com a expressiva quantia de R$ 2,5 bilhões (U$ 569 milhões) para a balança comercial do país. Esse valor representa 41% do total exportado pelo setor.

“Transformar as companhias nacionais de TI em players globais é um dos projetos mais importantes conduzidos pela entidade. Nesse novo ciclo, as empresas aderidas terão a oportunidade de participar de ações estratégicas de apoio à internacionalização. Serão oferecidas ações estruturantes focadas em capacitação e inteligência comercial, além do suporte para a presença em eventos internacionais com foco em prospecção e negócios em países como Estados Unidos, Canadá, Israel, Chile, França, Espanha e Portugal. Outra meta é seguir incutindo nos participantes uma mentalidade voltada para a internacionalização e não apenas para a exportação”, destaca Diônes Lima, vice-presidente da Softex.

Outros benefícios oferecidos às associadas são acesso a informações qualificadas sobre os mercados-alvo, assessoria comercial no exterior, apoio na obtenção de financiamento para exportação (pré e pós-embarque) e em questões como registro de marcas e de software, localização, instalação de subsidiárias e aspectos legais.

Ao longo dos últimos 14 anos, o Projeto Setorial Brasil IT+ já envolveu mais de 600 companhias interessadas em expandir sua atuação para além das fronteiras nacionais e, nesse período, o número de empresas exportadoras saltou de 25 para mais de 280.

São também parceiros da Softex nessa iniciativa o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e seus 21 Agentes Regionais, unidades autônomas que integram o Sistema Softex e oferecem apoio a empresas de software e serviços de TI em diversas regiões do país.

Os interessados em fazer parte do Projeto Setorial Brasil IT+ devem preencher Formulário de Adesão e, na sequência, seguir as etapas de avaliação do potencial de internacionalização e apresentação de suas demandas e estratégias de ação no exterior. Detalhes nos links https://softex.br/internacional/ps/  https://bit.ly/2T0j8R6