Carlos Alberto Leitão, responsável por relações institucionais na Softex, será um dos palestrantes da série de eventos programados para o Espaço Inovação CIAB 2015, uma iniciativa do Instituto de Tecnologia de Software e Serviços (ITS) para a promoção da inovação nas empresas brasileiras de pequeno e médio porte.

No dia 18 de junho, quinta-feira, das 13h30 às 14h30, ele detalhará as alternativas de capitalização disponíveis para empresas de TI, suas características, condições e vantagens, com destaque para o Programa para o Desenvolvimento na Indústria Nacional de Software e Serviços de TI (Prosoft/BNDES), voltado exclusivamente ao financiamento companhias desse setor e operações de capital de risco.

No ano passado, a área Investimentos da Softex alocou R$ 2,5 bilhões do Prosoft e auxiliou as empresas a obterem mais R$ 451,9 milhões em contratações junto ao BNDES. Já os consultores da entidade realizaram 230 atendimentos relacionadas a alternativas de financiamento.

“O volume de investimentos aportados pelo Prosoft é extremamente significativo e o programa é uma importante ferramenta de acesso ao capital, com impacto concreto no fortalecimento da indústria brasileira de software e serviços de TI”, destaca Carlos Alberto Leitão.

O CIAB 2015, o maior evento tecnológico da América Latina voltado para o segmento financeiro, será realizado de 16 a 18 de junho no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Faça seu credenciamento antecipadamente no endereço http://www.ciab.org.br.

A participação na palestra “Alternativas de Capitalização para Empresas de TI” é gratuita. Informações adicionais pelo telefone (11) 2165-1321 ou pelo e-mail its@its.org.br

 

 São Paulo, 9 de junho de 2015 – “Internet das Coisas – IoT, cenários e perspectivas de negócios no Brasil”, é o tema da palestra que Ney Leal, vice-presidente executivo da Softex, ministrará nesta quarta-feira, 10, no Parque Tecnológico UNIVAP, em São José dos Campos.

Com a implantação do IPV6* no Brasil, a possibilidade de construirmos uma sociedade mais conectada é uma realidade cada vez mais factível. Nesse encontro, Ney Leal destacará a importância e o desafio para os setores público e privado entenderem, pensarem e criarem um posicionamento inteligente em relação a esse universo, somando competências técnicas, acadêmicas e de negócios.

“Ao longo dos últimos anos, testemunhamos o surgimento de um imenso campo de dados global. Neste novo cenário, os objetos foram instrumentalizados com sensores, microchips, códigos e outras tecnologias que possibilitam a sua interligação em rede e na rede das redes. Suas implicações não se restringem apenas aos aspectos econômicos, mas também envolvem questões sociculturais, políticas e de segurança”, pondera Ney Leal.

A participação no evento é gratuita e as inscrições podem ser realizadas no endereço https://www.sympla.com.br/internet-das-coisas-iot-cenarios-e-perspectivas-de-negocios-no-brasil__35246.

* versão mais atual do Protocolo de Internet

“Internet das Coisas – IoT, cenários e perspectivas de negócios no Brasil”

Data: 10 de junho – Horário: 10h00

Local: Parque Tecnológico UNIVAP – Av. Shishima Hifumi 2911 – São José dos Campos, SP

São Paulo, 9 de junho de 2015 – Para celebrar mais um ano de atividades, o BH-TEC – Parque Tecnológico de Belo Horizonte, está promovendo a série de encontros tec.con. Em formato de mesas redondas, seu objetivo é debater temas relevantes para o setor de TI, incluindo tendências e inovação.

Na próxima quinta-feira, 11, das 16h00 às 19h00, será realizada a mesa redonda “Big Data – As novas tendências em análise de dados e gestão de informação”. Com as participações de Constantino Seixas Filho, managing diretor da Accenture; Evaldo Ferreira Vilela, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Ensino de Minas Gerais (FAPEMIG); Gustavo Lemos, co-fundador e chief executive officer (CEO) da IDXP Analytics; Nívio Ziviani, co-fundador e chief executive officer (CEO) da Zunnit Technologies, ela terá como moderador Ney Leal, vice-presidente executivo da Softex.

“Será uma oportunidade para contextualizarmos o big data e a sua relação com a Internet das Coisas (IoT) e com as Cidades Inteligentes. Trata-se de uma nova realidade que gerará impactos na vida de todos nós. O debate permitirá discutir os aspectos positivos e negativos desse novo cenário”, explica Ney Leal.

Criado em 2005, o BH-TEC funciona como um condomínio de empresas que se dedicam a investigar e a produzir novas tecnologias, bem como centros públicos e privados de Pesquisa & Desenvolvimento.

A participação no evento é gratuita e as inscrições podem ser realizadas pelo e-mail comunicacao@bhtec.org.br.

 

“Big Data – As novas tendências em análise de dados e gestão de informação”

Data: 11 de junho – Horário: das 16h00 às 19h00

Local: Auditório do Edifício Institucional do BH-TEC – Rua Professor José Vieira de Mendonça, 770 – Belo Horizonte

Encontro abordará ainda o programa de preparação para vendas em canais em mercados internacionais de TI, entre outros temas ligados à internacionalização

São Paulo, 3 de fevereiro de 2015 – No próximo dia 10 de fevereiro, a Softex, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promoverá na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) mais uma edição do Export Day.

Após a abertura, a ser realizada por Ney Leal, vice-presidente executivo da Softex, será apresentado o Programa de Preparação para Vendas em Canais em Mercados Internacionais de TI. O programa, que tem por objetivo auxiliar as companhias brasileiras de software e serviços de TI a se prepararem para exportar.

Em sua fase piloto o programa atuará no sentido de estruturar e de ampliar a comercialização de suas soluções através de canais de vendas tanto no Brasil como no exterior. Os benefícios incluem ciclos de consultorias para o desenvolvimento de estratégias e ações para a seleção, recrutamento e gestão dos canais de vendas e distribuição. Dagoberto Hajjar, CEO da Advance Consulting, detalhará o programa.

A pauta do Export Day inclui ainda a apresentação da primeira edição do Pocket Guide de Exportações de TI – O ambiente legal brasileiro, elaborado pela Softex com apoio da Apex-Brasil e da Drummond, escritório de advocacia especializado no estabelecimento de operações de empresas nos Estados Unidos e no Brasil. Pedro Drummond e Cristina Teixeira, sócios da Drummond, analisarão as implicações tributárias da exportação e da internacionalização, abordando ainda as estratégias de gestão das receitas ou dos dividendos vindos do exterior.

No ano passado, a área Internacional da Softex implementou 32 ações voltadas à promoção das exportações. Nos últimos nove anos, esse programa colaborou para um incremento superior a US$ 1,3 bilhão em vendas para o exterior, contribuindo para a geração de empregos especializados e agregando valor à pauta de exportação nacional. Nesse período, o número de empresas exportadoras evoluiu de 25 para mais de 145 e hoje, de cada US$ 4,00 exportados em TI, US$ 1,00 é gerado por programas desenvolvidos pela Softex.

Integra a programação do encontro uma apresentação do calendário de ações internacionais que serão realizadas pela entidade ao longo deste ano, a ser feita por Guilherme Amorim, Gestor do Projeto Setorial Softex.

Desde 2005 a Softex desenvolve, em parceria com a Apex-Brasil e com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o programa de internacionalização competitiva de software e serviços de TI. Seu objetivo é fomentar novas oportunidades de negócios no mercado internacional e fortalecer a imagem de competência da indústria nacional de software e serviços de TI, identificada no exterior pela marca Brasil IT+.

As inscrições, gratuitas, devem ser realizadas antecipadamente no endereço http://www.softex.br/internacional/export-day/. Informações adicionais pelo telefone (61) 3327-2319.

Export Day 2015
Data:
10 de fevereiro – Horário: das 14h00 às 18h00

Local: FIESP – Av. Paulista, 1313 – 4 andar – São Paulo

Encontro abordará ainda o programa de preparação para vendas em canais em mercados internacionais de TI, entre outros temas ligados à internacionalização São Paulo, 3 de fevereiro de 2015 – No próximo dia 10 de fevereiro, a Softex, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promoverá na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) mais uma edição do Export Day. Após a abertura, a ser realizada por Ney Leal, vice-presidente executivo da Softex, será apresentado o Programa de Preparação para Vendas em Canais em Mercados Internacionais de TI. O programa, que tem por objetivo auxiliar as companhias brasileiras de software e serviços de TI a se prepararem para exportar. Em sua fase piloto o programa atuará no sentido de estruturar e de ampliar a comercialização de suas soluções através de canais de vendas tanto no Brasil como no exterior. Os benefícios incluem ciclos de consultorias para o desenvolvimento de estratégias e ações para a seleção, recrutamento e gestão dos canais de vendas e distribuição. Dagoberto Hajjar, CEO da Advance Consulting, detalhará o programa. A pauta do Export Day inclui ainda a apresentação da primeira edição do Pocket Guide de Exportações de TI – O ambiente legal brasileiro, elaborado pela Softex com apoio da Apex-Brasil e da Drummond, escritório de advocacia especializado no estabelecimento de operações de empresas nos Estados Unidos e no Brasil. Pedro Drummond e Cristina Teixeira, sócios da Drummond, analisarão as implicações tributárias da exportação e da internacionalização, abordando ainda as estratégias de gestão das receitas ou dos dividendos vindos do exterior. No ano passado, a área Internacional da Softex implementou 32 ações voltadas à promoção das exportações. Nos últimos nove anos, esse programa colaborou para um incremento superior a US$ 1,3 bilhão em vendas para o exterior, contribuindo para a geração de empregos especializados e agregando valor à pauta de exportação nacional. Nesse período, o número de empresas exportadoras evoluiu de 25 para mais de 145 e hoje, de cada US$ 4,00 exportados em TI, US$ 1,00 é gerado por programas desenvolvidos pela Softex. Integra a programação do encontro uma apresentação do calendário de ações internacionais que serão realizadas pela entidade ao longo deste ano, a ser feita por Guilherme Amorim, Gestor do Projeto Setorial Softex. Desde 2005 a Softex desenvolve, em parceria com a Apex-Brasil e com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o programa de internacionalização competitiva de software e serviços de TI. Seu objetivo é fomentar novas oportunidades de negócios no mercado internacional e fortalecer a imagem de competência da indústria nacional de software e serviços de TI, identificada no exterior pela marca Brasil IT+. As inscrições, gratuitas, devem ser realizadas antecipadamente no endereço http://www.softex.br/internacional/export-day/. Informações adicionais pelo telefone (61) 3327-2319. Export Day 2015 Data: 10 de fevereiro – Horário: das 14h00 às 18h00 Local: FIESP – Av. Paulista, 1313 – 4 andar – São Paulo

Encontro abordará ainda o programa de preparação para vendas em canais em mercados internacionais de TI, entre outros temas ligados à internacionalização

São Paulo, 3 de fevereiro de 2015 – No próximo dia 10 de fevereiro, a Softex, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promoverá na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) mais uma edição do Export Day.

Após a abertura, a ser realizada por Ney Leal, vice-presidente executivo da Softex, será apresentado o Programa de Preparação para Vendas em Canais em Mercados Internacionais de TI. O programa, que tem por objetivo auxiliar as companhias brasileiras de software e serviços de TI a se prepararem para exportar.

Em sua fase piloto o programa atuará no sentido de estruturar e de ampliar a comercialização de suas soluções através de canais de vendas tanto no Brasil como no exterior. Os benefícios incluem ciclos de consultorias para o desenvolvimento de estratégias e ações para a seleção, recrutamento e gestão dos canais de vendas e distribuição. Dagoberto Hajjar, CEO da Advance Consulting, detalhará o programa.

A pauta do Export Day inclui ainda a apresentação da primeira edição do Pocket Guide de Exportações de TI – O ambiente legal brasileiro, elaborado pela Softex com apoio da Apex-Brasil e da Drummond, escritório de advocacia especializado no estabelecimento de operações de empresas nos Estados Unidos e no Brasil. Pedro Drummond e Cristina Teixeira, sócios da Drummond, analisarão as implicações tributárias da exportação e da internacionalização, abordando ainda as estratégias de gestão das receitas ou dos dividendos vindos do exterior.

No ano passado, a área Internacional da Softex implementou 32 ações voltadas à promoção das exportações. Nos últimos nove anos, esse programa colaborou para um incremento superior a US$ 1,3 bilhão em vendas para o exterior, contribuindo para a geração de empregos especializados e agregando valor à pauta de exportação nacional. Nesse período, o número de empresas exportadoras evoluiu de 25 para mais de 145 e hoje, de cada US$ 4,00 exportados em TI, US$ 1,00 é gerado por programas desenvolvidos pela Softex.

Integra a programação do encontro uma apresentação do calendário de ações internacionais que serão realizadas pela entidade ao longo deste ano, a ser feita por Guilherme Amorim, Gestor do Projeto Setorial Softex.

Desde 2005 a Softex desenvolve, em parceria com a Apex-Brasil e com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o programa de internacionalização competitiva de software e serviços de TI. Seu objetivo é fomentar novas oportunidades de negócios no mercado internacional e fortalecer a imagem de competência da indústria nacional de software e serviços de TI, identificada no exterior pela marca Brasil IT+.

As inscrições, gratuitas, devem ser realizadas antecipadamente no endereço http://www.softex.br/internacional/export-day/. Informações adicionais pelo telefone (61) 3327-2319.

Export Day 2015
Data:
10 de fevereiro – Horário: das 14h00 às 18h00

Local: FIESP – Av. Paulista, 1313 – 4 andar – São Paulo