Nesta quarta-feira (12), a Softex participou da Comissão geral da Câmara dos Deputados debatendo a relevância do setor de ciência e tecnologia para o Brasil, tendo em vista os cortes orçamentários. De acordo com o deputado Celso Pansera (PMDB-RJ), o governo federal contingenciou o orçamento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) em aproximadamente R$ 2,54 bilhões. Segundo o deputado, é o menor valor para a área em 12 anos.

Na sessão estavam presentes parlamentares, especialistas e autoridades da área de CT&I. As discussões ressaltaram que a capacidade científica e tecnológica de uma nação são fatores determinantes para impulsionar o desenvolvimento econômico e posicionar países como protagonistas mundiais. Segundo Ruben Delgado, presidente da Softex, “Os países mais competitivos investem constantemente em inovação como estratégia de estado”. Dados do Índice Global de Inovação indicam que o Brasil já perdeu 22 posições entre 127 países, nos últimos 7 anos.

De acordo com o presidente da Softex, o setor de Tecnologia da Informação e comunicação é responsável por 7% do PIB e mais de R$ 1,6 milhões de postos de trabalho. Acrescenta ainda que até 2022 haverá quase meio milhão de vagas em aberto no setor, portanto é uma oportunidade para o país jamais vista na história.

Neste cenário, os cortes no orçamento impactam não só o setor de CT&I, como também todos os demais setores da Economia, afetando principalmente o micro, pequeno e médio empreendedor brasileiro, os quais têm grande participação na parcela do ecossistema de inovação do país.