O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lançou, por meio da Portaria 5.156, de 30 de agosto de 2021, o programa “MCTI Futuro: Futuro do Trabalho, Trabalho do Futuro”. E, na semana passada, o ministro Marcos Pontes esteve em Alcântara (MA) e em Belo Horizonte (MG), para apresentá-lo.

A iniciativa, coordenado pela Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (SEMPI) e com gestão da Softex, tem o objetivo de apoiar ações de capacitação de 40 mil profissionais para a Transformação Digital.

“Neste momento de recuperação da pandemia, temos a necessidade de geração de empregos. Há muitos postos de trabalho aguardando pessoas. Então, como fechamos essa equação? Com a qualificação”, disse o ministro Marcos Pontes.

Ao todo, R$ 190 milhões serão empregados no programa, que tem também foco em incentivar pesquisas e estudos nas áreas da computação em nuvem, big data, inteligência analítica, mídias sociais, cybersegurança, internet das coisas, comunicações avançadas, fotônica, manufatura avançada, design de circuitos integrados, robótica e inteligência artificial.

Para Ruben Delgado, presidente da Softex, o MCTI Futuro é uma oportunidade para o Brasil quando o mundo inteiro está se digitalizando. “Precisamos de mão de obra e dependemos de os jovens aderirem a esse movimento e se capacitarem. Essa é exatamente a proposta desse programa: pegar as muitas pessoas que estão hoje fora do mercado de trabalho, dar a elas capacitação e colocá-las em atividades produtivas para que possamos mudar as empresas e também o Brasil”.

Confira como foram esses eventos:

 

Presidente da Softex, Ruben Delgado, discursa no lançamento do MCTI Futuro

Da esq.: para a dir.: Secretário Paulo Alvim, Ministro Marcos Pontes e Ruben Delgado

Ministro Marcos Pontes discursa no lançamento do Programa MCTI Futuro em Belo Horizonte

Representantes do governo, empresas e entidades do terceiro setor no lançamento do MCTI Futuro em Belo Horizonte (MG).