Pesquisar
Close this search box.

IA, disputa de pitches e lançamento de fundo para govtechs entre os destaques da programação do segundo dia do Web Summit Rio 2024

O espaço AI Academy, dedicado à discussão do tema de Inteligência Artificial (IA), foi um dos mais disputados neste segundo dia do Web Summit Rio 2024, um dos mais importantes encontros de tecnologia e inovação do mundo.

Na pauta, privacidade dos dados, segurança cibernética, impacto da automação nos empregos, ética e implantação responsável de IA, colaboração aprimorada com humanos, entre outros temas.

Em sua participação no painel “Empreeendedorismo e Inovação: Construindo Soluções para o Brasil”, Márcio França, Ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (MEMP), comentou sobre  a criação de um fundo para govtechs e do programa Desenrola Brasil para PMEs.

No caso do fundo, segundo o ministro, ideia é selecionar startups com soluções que atendam a necessidades do governo em diferentes segmentos e financiá-las por meio do BNDES e da Finep, por exemplo. A expectativa seria lançá-lo ainda neste primeiro semestre.

Outro anúncio importante foi a declaração de que na próxima semana a versão pessoa jurídica do programa do governo federal para renegociação de dívidas de microempreendedores individuais (MEIs) e empresas enquadradas no Simples, o Desenrola, deverá ser oficialmente lançado por medida provisória.  Há 22,5 milhões de MEIs e empresas pequenas enquadradas no Simples, representando 95% do total de CNPJs do país, que responderam por 83% dos empregos criados.

Também será ofertado um programa de crédito, o ProCred360, para MEIs e empresas que registraram faturamento de até R$ 360 mil no ano passado. As empresas que forem comandadas por mulheres poderão captar empréstimos de até 50% do seu faturamento anual. Para aquelas geridas por homens, o teto será de 30% do faturamento.

O ministro comentou, ainda, sobre a importância da execução de políticas públicas para orientação para empreendedores de PMEs para internacionalização. Exemplo é o Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX) oferecido pela ApexBrasil e que tem como parceiro executor no Distrito Federal e Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE) a Softex.

Gratuito, o PEIEX permite que as companhias interessadas em atuar no mercado internacional iniciem o processo de exportação de forma planejada e segura com a orientação de consultores especializados. O programa tem entre seus grandes diferenciais a promoção de eventos de networking para a troca de experiências entre os participantes.

Batalha de Pitches – Além das palestras, um dos destaques da programação desta terça-feira foi o PITCH, espaço dedicado ao concurso de startups, desenvolvido em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e que terá como jurados e mentores quatro especialistas da Softex:  Bárbara Maciel, líder de inovação; Caio Bastos, líder de novos negócios & parcerias; Rayanny Nunes, coordenadora de novos negócios; e Victória Ribeiro, líder operacional de programas de inovação.

A competição está aberta para startups ALPHA e BETA que tenham recebido menos de US$ 5 milhões em financiamento e que não mudaram visivelmente seu modelo de negócios nos últimos três anos.

Nesta primeira etapa, as 40 startups inscritas foram divididas em cinco grupos de oito e se apresentaram para um painel integrado por cinco jurados para cada grupo. As oito startups com maior pontuação avançam para a semifinal, que ocorrerá na tarde do dia 17. Apenas três batalharão no Palco Central pela chance de serem coroadas vencedores do PITCH no Web Summit Rio 2024.

Cinco critérios são considerados na avaliação: produto, potencial disruptivo, equipe, viabilidade financeira e  qualidade do pitch.

O Web Summit Rio 2024 prossegue até a próxima quinta-feira. Confira todos os detalhes do evento clicando aqui.

Por Karen Kornilovicz
Agência Softex

plugins premium WordPress
Rolar para cima