O concurso de Tecnologia Policial conta com o apoio da Softex

 

 

A pandemia atrasou uma série de processos e reuniões de promoção do concurso entre os realizadores e grupos de desenvolvedores ligados ao ecossistema do Inovapol.

A exemplo, os dois encontros presenciais com o time de peritos da PCDF, responsável pelo fomento de inovações locais, teve que ser prorrogado por duas vezes e somente se concluiu nesta quarta-feira, 17 de março.

Grupos com relevantes propostas de todo o Brasil também solicitaram mais tempo para que pudessem inscrever um número maior de soluções tecnológicas.

Razões que levaram os organizadores a prorrogar por mais 20 dias a data de inscrições. Esse prazo extra não afetará as datas subsequentes, que serão mantidas sem prejuízo ao certame.

Os inventores que submeteram suas iniciativas já terão seus processos analisados em primeira mão. Os realizadores do Inovapol estudam alternativas de benefícios extras aos que conseguiram cumprir o prazo. Uma das propostas é submeter essas ideias já validadas pela banca aos setores da PCDF para possível incubação ou aprimoramento antecipado. Um prêmio para beneficiar quem cumpriu a meta de tempo.