Internacionalização é o tema central da primeira publicação da série “Observando” do Observatório Softex

“Uma visão sobre as oportunidades em internacionalização” é o título da primeira publicação da série “Observando” elaborada pelo Observatório Softex, unidade de estudos e pesquisas da entidade. Seu propósito é oferecer uma análise de dados e insights sobre as mais recentes tendências que estão moldando o mercado de tecnologia.

E uma delas é a internacionalização de empresas, uma questão da maior importância para o Brasil. Hoje, o país ocupa, de acordo com o TradeMap, a posição de número 24 no cenário mundial de exportação. A liderança é da China (US$ 2,654 trilhões) e, na segunda colocação, estão os Estados Unidos (US$ 1,803 trilhão).

O setor de exportação de serviços de TIC brasileiro chegou a mais de US$ 4,5 bilhões em 2022, batendo mais um recorde com o maior valor de exportação de toda a série histórica analisada pelo Observatório Softex. Em relação ao ano anterior, o crescimento foi de 40%. Contudo, o setor de TIC brasileiro representa apenas 11,9% do volume total de exportação de serviços brasileiros, o que preocupa bastante considerando a relevância do setor.

Outra constatação é que o Brasil ainda não chega a 1% do total da exportação de serviços de TIC mundial, posicionando o país como um player de pouca influência no mercado externo.

“Embora o Brasil venha aumentando ano a ano a sua corrente de comércio em bens e serviços e os números venham apresentando evolução, a internacionalização, o país ainda tem um longo caminho a ser percorrido”, destaca Elisa Carlos, head de operações da Softex.

Os Estados Unidos se destacam como o principal parceiro comercial, representando 27% do total exportado. Em seguida, estão a Alemanha, com uma participação de 7%, e a Holanda, com 5%.

“Esses países desempenham um papel significativo no comércio exterior de serviços de TIC brasileiro, sendo importantes destinos para as empresas nacionais. O estabelecimento de parcerias sólidas e a diversificação de mercados são estratégias para impulsionar as exportações brasileiras de serviços de TIC e fortalecer a presença internacional do país.”, analisa Elisa Carlos.

É aí que ganham relevância políticas públicas de fomento, como o Brasil IT+, desenvolvido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e pela Softex.

Ao longo dos últimos 19 anos, o programa aportou R$ 24 milhões em iniciativas de fomento à internacionalização e envolveu mais de 640 companhias interessadas em expandir sua atuação para além das fronteiras nacionais. O volume de negócios gerado pelas empresas aderidas foi de US$ 593 milhões em 2022.

Baixe o completo do artigo sobre Internacionalização da série Observando clicando aqui

plugins premium WordPress
Rolar para cima

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, aperfeiçoar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.        

Gerenciar preferências de cookies

A maioria dos sites da Softex usa cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto gravados no dispositivo para armazenar dados que serão usados posteriormente pelos servidores Web. A Softex e nossos parceiros usam cookies para lembrar suas preferências e configurações e analisar como os nossos sites estão funcionando. Para obter mais informações, consulte nosso guia de Política de Privacidade.

FuncionalAs informações coletadas por meio destes cookies são utilizadas para melhorar e personalizar a experiência do usuário, sendo que alguns cookies podem, por exemplo, ser utilizados para lembrar as preferências e escolhas do usuário, bem como para o oferecimento de conteúdo personalizado.

Google AnalyticsPermitimos que terceiros usem cookies de análise para entender como você usa nossos sites e como podemos melhorá-los. Isso também permite que terceiros possam desenvolver e aprimorar seus produtos, os quais podem ser usados em sites que não pertencem ou não são operados pela Softex. Por exemplo, eles são utilizados para coletar informações sobre as páginas que você visita e quantos cliques são necessários para realizar uma tarefa.

Mídias sociaisAssim como terceiros, usamos cookies de mídias sociais para mostrar anúncios e conteúdo com base nos perfis de redes sociais e na atividade em nossos sites. Eles são empregados para conectar sua atividade em nossos sites aos perfis de redes sociais para que os anúncios e o conteúdo visualizados em nossos sites e nas mídias sociais possam refletir melhor seus interesses.

Google AdwordsAssim como terceiros, usamos cookies de publicidade e marketing para mostrar novos anúncios após registrar os anúncios que você já viu. Eles também são utilizados para rastrear os anúncios nos quais você clica e mostrar anúncios mais relevantes para você. Por exemplo, eles são usados para detectar quando você clica em um anúncio e para mostrar anúncios com base em seus interesses nas mídias sociais e no histórico de navegação do site.

OutrosEventualmente, outros tipos de dados não previstos expressamente nesta Política de Privacidade poderão ser coletados, desde que sejam fornecidos com o consentimento do usuário, ou, ainda, que a coleta seja permitida com fundamento em outra base legal prevista em lei. Em qualquer caso, a coleta de dados e as atividades de tratamento dela decorrentes serão informadas aos usuários do site.