Ministro em Exercício do MCTIC recepciona empreendedores e startups selecionados para o Programa Conecta Startup Brasil

Evento em Brasília abre a programação de boas-vindas que será realizada em todas as regiões do País

O ministro em exercício do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Júlio Semeghini, participou nesta segunda-feira (13) em Brasília do evento de boas-vindas (Welcome Aboard)do programa Conecta Startup Brasil. Este foi o primeiro grande encontro entre os participantesantes da fase inicial de Conceituação do Programa. Serão realizados eventos presenciais em cada região do País para recepcionar as equipes empreendedoras e startups locais.

Resultado de uma ação conjunta entre o MCTIC, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Softex e o parceiro executor, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência vinculada ao MCTIC, o Conecta Startup Brasil se destaca por apoiar startups e empreendedores em estágio inicial (early stage) localizados em todas as regiões do Brasil.

“Vocês são fruto de uma escolha muito criteriosa que foi feita. Hoje é um dia importante pois começa uma experiência nova do governo, que é o Conecta Startup. A gente está muito feliz de ver jovens, homens, mulheres, pessoas da minha idade. É isso que a gente quer. Queremos integrar, dar oportunidade, para que todas as pessoas ajudem a resolver os problemas. O Brasil está dando um salto enorme com isso, em todos os setores”, falou Semeghini.

Os projetos aprovados poderão receber até R$ 200 mil em aportes. Foram selecionadas 100 equipes sendo 20 times de cada região que trabalharão para solucionar um dos 237 desafios reais mapeados pelas 50 empresas que aderiram ao Programa em agosto, entre as quais estão 3M, Grupo Boticário, Natura, Usiminas, Votorantim Cimentos, Johnson & Johnson, Fiat e BASF.

Das 1.877 equipes empreendedoras inscritas no Programa, 27,8% são do Sudeste, 26,3% do Nordeste, 19,5% do Sul, 14,4% do Norte e 12% do Centro-Oeste. Na divisão pelo maior número de inscritos, São Paulo lidera com 190, seguido pelo Rio de Janeiro (127), Santa Catarina (119), Paraná (118) e Rio Grande do Sul (111).

Considerando as áreas de atuação, nota-se uma grande representatividade de startups das áreas de Agronegócio (16%), Saúde e Bem-estar (16%) e Indústria 4.0 (15%).

“Para a ABDI o Conecta é muito importante porque atua na fase inicial de capacitação de profissionais e empreendedores com foco na geração de startups mais preparadas e conectadas às demandas reais do mercado e do setor produtivo, o que contribui para adensar o ecossistema de inovação e estimular a adoção de novas tecnologias e novos negócios”, afirma o presidente da ABDI, Igor Calvet.

Outra importante conquista do Programa envolve a capacitação de empreendedores/startups e indústrias para a atuação em projetos de inovação tecnológica por meio de plataforma de ensino a distância (EAD) que já conta com 1.192 alunos de 18 estados brasileiros e do Distrito Federal.

Para Ruben Delgado, presidente da Softex, é essencial destacar a preocupação dos executores em expandir a cultura empreendedora para todas as regiões do país.

“Nosso objetivo foi sempre mobilizar e aumentar a densidade do ecossistema de inovação. Por isso, durante toda a fase de seleção desenvolvemos uma série de ações regionais que nos permitiram impactar mais de 10 mil pessoas, capacitar 1.209 profissionais, promover 144 horas de mentoria e selecionar 395 mentores e embaixadores, responsáveis por representar o Programa dentro de sua comunidade”.

Para mais informações sobre o Conecta Startup Brasil acesse: https://conectastartupbrasil.org.br/