Tema:

A QUALIDADE COMO INSTRUMENTO DE INOVAÇÃO EM SERVIÇOS E SOFTWARE NO NEGÓCIO DAS EMPRESAS.

A DATA DE ENTREGA DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS FORAM PRORROGADAS PARA O DIA 20 DE AGOSTO.

PARTICIPE DO XIII WORKSHOP ANUAL DO MPS NA RIO INFO 2017

O MPS.BR, Melhoria do Processo de Software Brasileiro, é um programa da Softex com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O programa tem como objetivo melhorar a capacidade de desenvolvimento de software, serviços e as práticas de gestão de RH na indústria de TIC.

O Workshop Anual do MPS – WAMPS, tem por objetivo reunir os representantes da Indústria, Governo, Academia, SOFTEX, Equipe Técnica do Modelo (ETM), Fórum de Credenciamento e Controle (FCC), BID e países latino-americanos envolvidos e interessados na utilização e evolução tanto do Modelo MPS quanto do Programa MPS. BR.

E este ano, o WAMPS faz parte da programação do Rio Info, um dos maiores eventos dedicado à TI do país. O Rio Info é o evento estratégico para empresas brasileiras implementar o network com players globais. A programação é ampla e conta com palestras, rodadas de negócios e o salão da inovação, principal atrativo do evento, onde empreendedores nacionais e internacionais trocam experiências em inovação.

O WAMPS permite a colaboradores e organizações compartilhar e dar visibilidade tanto a resultados de pesquisa quanto experiências práticas relacionados com a melhoria de processos de software e de serviços que possam se mostrar relevantes no contexto do Modelo MPS. Tendo em vista a ampla adoção do Modelo MPS, que se aproxima da marca de 800 avaliações, a discussão de como métodos, técnicas e ferramentas de vanguarda podem ser empregadas na implementação das boas práticas sugeridas pelo modelo se torna particularmente relevante para a Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI (IBSS). Assim, o WAMPS fornece um ambiente propício não só para que pesquisadores apresentem suas soluções, mas também para que organizações e profissionais compartilhem suas experiências em prol do aumento do desempenho organizacional da IBSS. Palestras e minicursos complementam a atualização e capacitação dos participantes do WAMPS no estado da arte e da prática em melhoria de processos e na utilização e evolução dos modelos de referência do Programa MPS.BR.

O WAMPS tem sido exitoso em prover um fórum para a cooperação sinérgica da tripla hélice (academia, indústria e governo) a respeito da melhoria de processos na IBSS. Este ano, em sua décima terceira edição, o evento tira proveito da maturidade adquirida ao longo de mais de doze anos de trabalho intenso no contexto do Programa MPS.BR e dos Modelos de Referência para Software (MR-MPS-SW), Serviços (MR-MPS-SV) e de Gestão de Pessoas (MR-MPS-RH).

ATIVIDADES PREVISTAS

SESSÃO DE ARTIGOS TÉCNICOS, RELATOS DE EXPERIÊNCIAS E FERRAMENTAS

PALESTRAS

PROGRAMAÇÃO

27/09

8H00 – 9H00Credenciamento
09H00 – 10H30Sessão Técnica / Científica
11H00 - 12H30Palestra: Qualidade de Software no Brasil: Alguns Marcos Passados e a Estrada Adiante

Carlos Henrique
BNDES
12H30 – 14H00Intervalo para Almoço
14H30 – 15H10Palestra: Qualidade só tem valor quando gera resultado para as empresas

Marcos Cavalcanti
Coordenador do CRIE – Centro de Referência em Inteligência Empresarial da COPPE/UFRJ
15H10 – 15H50Palestra: Balanceando Qualidade e Time-to-delivery no Desenvolvimento Sustentável de Software para Inovação em Startups
Palestrante:

Guilherme Travassos
Prof. titular do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação, UFRJ
Luciana Maria Azevedo Nascimento
16H20 – 17H00Palestra: Startups e Inovação na Indústria

Elisa Carlos Pereira
Gerente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial
17H10 – 17H30Case Empresarial: Melhoria de Processo de Software
Axxion
Palestrante:

Eugênio Tiago Chagas
Paula Bahia L. Chaves
17H30 – 17H50Case Empresarial: Melhoria de Processo de Serviços
Eco Sistemas
Palestrante:

Elizabeth Mocny
Túlio Medeiros

O XIII Workshop Anual do MPS (WAMPS 2017) experimentará um novo modelo de parceria em 2017. Ele acontecerá junto com a RioInfo 2017, nas instalações do Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova, Rio de Janeiro. Creio que os participantes deste WAMPS terão uma oportunidade impar e rica para um ótimo network com empresas internacionais, tando do Brasil como de alguns países que com frequência marcam presença na RioInfo.

Nelson Franco
Gerente da Área de Qualidade Softex

INSCRIÇÕES

PROFISSIONAIS, STARTUPS E ESTUDANTES

Para participar do WAMPS 2017 faça sua inscrição para o Rio Info.

Ao fazer a inscrição para o Rio Info, você tem acesso ao WAMPS e toda a programação do evento.

AVALIADORES
E IMPLEMENTADORES

Inscreva-se para o Wamps 2017 e participe da Rio Info.

Inscrições prorrogadas até 11 de setembro.

*avaliadores e implementadores dos modelos de MPS habilitados

SUBMISSÕES DE TRABALHO CIENTÍFICO

A data de entrega dos trabalhos científicos foram prorrogadas para o dia 20 de agosto.

As submissões deverão ser feitas eletronicamente pelo sistema JEMS. A aceitação de um artigo ou pôster implica que pelo menos um autor se inscreva e compareça ao WAMPS para apresentá-lo durante o evento.

MINICURRÍCULO

CARLOS HENRIQUE

Carlos Henrique Cabral Duarte é membro do corpo técnico do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES, 1992-), onde é responsável pelo credenciamento de máquinas, equipamentos, componentes e sistemas médico-hospitalares e de outros setores (2012-). Anteriormente, foi gerente de operações do BNDES (2002-12), tendo sido responsável pelo apoio financeiro a mais de 60 empresas de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), duas das quais listadas atualmente no Novo Mercado da Bovespa. Foi representante titular do BNDES no Comitê Assessor de Tecnologias da Informação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (CATI/MCTI) e suplente no Conselho de Administração da Sociedade Softex (2003-12). Em 2007, sua biografia foi publicada em Marquis Who is Who in the World devido às suas contribuições à indústria brasileira de software. Carlos Henrique também possui uma carreira acadêmico-científica. Trabalhou como professor em instituições brasileiras de ensino superior (1999-2009) e foi pesquisador com bolsa de produtividade em pesquisa do CNPq (2C, 2001-3). Tem escrito e revisado trabalhos para revistas e conferências científicas, tendo se tornado membro do Comitê de Programa Industrial de eventos científicos (RE 2014-7, co-Chair do RE 2016; ICSEA 2016-7), organizador de workshops (CESI 2015-6, realizado em conjunto com o ICSE 2015-6) e membro de painéis (organizador na RE 2015-6, panelista na ICSE 2014 e RE 2013). Carlos possui os graus de PhD (Imperial College, London, 1999), MSc (PUC-Rio, 1994) e BMath (UFJF, 1992) em Computação. É membro sênior do IEEE, Computer Society (S1990,M1998,SM2012).

ELISA CARLOS

Trabalha com inovação desde 2009, tendo vivenciado o ecossistema de startups da Europa, EUA e América Latina em projetos com startups, incubadoras, aceleradoras, consultorias privadas e projetos de fomento. Foi a primeira gerente brasileira da Unicorn WeWork em NY. Hoje é gerente de inovação e responsável pela construção colaborativa de Programa Nacional Conexão Startup- Indústria. Gerente de Inovação da ABDI.

ELIZABETH MOCNY
ECO SISTEMAS

www.ecosistemas.com.br

Arquiteta formada em 1990 pela UFRJ, com pós- graduação em Análise de Sistema pela PUC-Pontifícia Universidade Católica- R.J. (1992) e em Engenharia e Qualidade de Software pela UCA-Universidade Candido Mendes-R.J.(2011)

Atua como coordenadora da Qualidade na ECO Sistemas na área de melhoria de processos e padrões de desenvolvimento de software e em implantações de certificação de multimodelos e normas, utilizando boas práticas de gerenciamento de projetos com ênfase em requisitos e testes.

Certificada como Auditora Líder ISO 9001:2015, avaliadora adjunta do modelo MPS-SW-Melhoria de Processo de Software, certificada CSM-Scrum Master, implementadora do modelo MPT.Br- Melhoria de Processo de Teste e Integrante do Conselho Consultivo do MPT.Br e do Grupo de Trabalho para o apoio a avaliação, sugestão e tradução da Norma – ABNT NBR ISO/IEC IEEE 29119-2:2013.

Atuou como coordenadora na implantação para a avaliação do modelo MPS-SV-nível-G em 2016 e como representante da organização nas avaliações dos multimodelos MPS-SW-nível-C, MPS-SV-nível-G, MPTnível-1, ISO 9001:2008 e CERTICS.

EUGÊNIO TIAGO CHAGAS
AXXIOM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

www.axxiom.com.br

  • Executivo Sênior com sólida carreira na área de Gestão, Finanças e Estratégia, atuando em instituições em diversos setores como Tecnologia, Educação e Comunicação. Executivo Sênior com sólida carreira na área de Gestão, Finanças e Estratégia, atuando em instituições em diversos setores como Tecnologia, Educação e Comunicação.
  • Atual diretor de Planejamento da Axxiom Tecnologia e Inovação (Grupo Cemig).
  • Liderou o projeto de Certificação em desenvolvimento de softwares MPS.Br nível C, atuando como Sponsor.
  • Atuação estratégica em desenvolvimento de negócios, fusões, aquisições e análise de viabilidade.
  • Especialista em reestruturações financeiras e comércio exterior, liderando equipe de negociações internacionais na América do Sul.
  • MBA Executivo pela Fundação Dom Cabral em Gestão de Negócios.
  • MBA em Gestão de Comércio Exterior pela Fundação Getúlio Vargas.
  • MBA Executivo em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas.
  • Business Administration Certification pelo IBMEC.
  • Senior Executive Program – London Business School

GUILHERME HORTA TRAVASSOS

É Engenheiro Eletricista (Universidade Federal de Juiz de Fora, 1985), Mestre (1990) e Doutor (1994) em Engenharia de Sistemas e Computação pela COPPE/Universidade Federal do Rio de Janeiro. Realizou estágio de Pós-Doutorado na University of Maryland-College Park juntamente com o SEL/NASA (USA – 1998-2000), tendo como focos principais experimentação aplicada na Engenharia de Software e linha de produto de software. Atualmente é professor titular do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação (PESC) da COPPE/Universidade Federal do Rio de Janeiro e bolsista de produtividade do CNPq (1D). Suas pesquisas estão inseridas no contexto da Engenharia de Software Experimental, atuando principalmente nos seguintes temas: qualidade de software (VV&T), ciência em larga escala, engenharia de aplicações WEB e sistemas ubíquos, simulação em engenharia de software. Lidera o grupo de Engenharia de Software Experimental e coordena o DELFOS – Observatório da Engenharia do Software Contemporâneo da COPPE/UFRJ. É membro da ISERN – International Software Engineering Research Network, da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e da ACM – Association for Computer Machinery. É editor associado do periódico Elsevier- Information & Software Technology (IST) e compõem o corpo editorial dos periódicos SpringerOpen – Journal of Software Engineering Research and Development (JSERD) e World Scientific – International Journal of Software Engineering and Knowledge Engineering (IJSEKE). Colabora intensamente com a indústria de software através dos projetos de pesquisa & desenvolvimento desenvolvidos pela COPPE/UFRJ. Informações adicionais podem ser encontradas em http://www.cos.ufrj.br/~ght

LUCIANA MARIA AZEVEDO NASCIMENTO

B.Sc. em Ciência da Computação (UFPA), M.Sc. em Computação Aplicada (UFPA). Atualmente realiza doutorado em Engenharia de Sistemas e Computação, com ênfase em Engenharia de Software, na COPPE/UFRJ. Desenvolve sua pesquisa junto ao Grupo de Engenharia de Software Experimental – ESE/COPPE/UFRJ. Possuiu experiência na condução de projetos comerciais, de atuação no desenvolvimento de software e em projetos de melhoria de processos, e como docente nas áreas de programação e engenharia de software. Suas principais áreas de interesse são Desenvolvimento de Software para Inovação, Requisitos, Desenvolvimento Contínuo de Software e Engenharia de Software Experimental.

MARCOS CAVALCANTI

Doutor em Informática pela Université de Paris XI, professor da COPPE/UFRJ, no Programa de Engenharia de Produção. Coordenador do CRIE – Centro de Referência em Inteligência Empresarial da COPPE/UFRJ. Membro do Board do New Club of Paris (http://www.the-new-club-of-paris.org/). Editor da Revista Inteligência Empresarial.

Co-autor dos livros “O Conhecimento em Rede” e “Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento” pela Editora Campus, e “Gestão Eletrônica de documentos” e “Que ferramenta devo usar”, pela Editora Qualitymark.

Coordena os cursos de Pós-Graduação em Gestão do Conhecimento e Inteligência Empresarial – MBKM (Master on Business and Knowledge Management), e Web Intelligence e Analítica de Dados – WIDA (Master on Web Intelligence and Digital Ambiance), da COPPE/UFRJ.

PAULA BAHIA L. CHAVES
AXXIOM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

www.axxiom.com.br

  • Gerente de Qualidade na Axxiom Tecnologia e Inovação (Grupo Cemig). Atualmente, coordena projetos de escrita e evolução dos processos da organização e automação de testes de software na empresa.
  • Coordenadora local nas avaliações do modelo MPS.Br níveis F e C da Axxiom.
  • Possui mais de 25 anos de experiência na área de T.I., trabalhou como trainee, analista e gerente de T.I. na Unisys do Brasil, Montreal Informática e Partner Soluções em T.I.
  • Foi responsável por projetos nas áreas de produção e segurança de T.I., telecomunicações, e utilities de energia.
  • Graduada em Administração de Empresas com MBA Executivo em Gestão de Negócios em T.I. pela FGV.

TÚLIO MEDEIROS
ECO SISTEMAS

www.ecosistemas.com.br

Graduado em Sistemas de Informação desde 2010, com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos pela UFF-Universidade Federal Fluminense (2015), MBA em Gestão Empresarial pela UFRJ-Universidade Federal do Rio de Janeiro (2016) e certificado CSM-Scrum Master.

Atua como coordenador de desenvolvimento Java na ECO Sistemas, onde é responsável por todo processo de análise e desenvolvimento de alguns dos principais produtos utilizados pela gestão pública em diversos municípios e estados do Brasil.

Com vasta experiência em desenvolvimento Web, atua também como Product Owner de diversos produtos para ambiente em nuvem.

Atuou na mudança da ferramenta organizacional, implantando e adequando aplicação Open Source, utilizado no processo avaliado do modelo MPS-SV-nível-G em 2016.

REALIZAÇÃO

PARCEIRO

APOIO

LOCAL

CENTRO DE CONVENÇÕES SULAMÉRICA

Endereço: Av. Paulo de Frontin, 1 – Cidade Nova, Rio de Janeiro – RJ, 20260-010

plugins premium WordPress
Rolar para cima

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, aperfeiçoar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.        

Gerenciar preferências de cookies

A maioria dos sites da Softex usa cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto gravados no dispositivo para armazenar dados que serão usados posteriormente pelos servidores Web. A Softex e nossos parceiros usam cookies para lembrar suas preferências e configurações e analisar como os nossos sites estão funcionando. Para obter mais informações, consulte nosso guia de Política de Privacidade.

FuncionalAs informações coletadas por meio destes cookies são utilizadas para melhorar e personalizar a experiência do usuário, sendo que alguns cookies podem, por exemplo, ser utilizados para lembrar as preferências e escolhas do usuário, bem como para o oferecimento de conteúdo personalizado.

Google AnalyticsPermitimos que terceiros usem cookies de análise para entender como você usa nossos sites e como podemos melhorá-los. Isso também permite que terceiros possam desenvolver e aprimorar seus produtos, os quais podem ser usados em sites que não pertencem ou não são operados pela Softex. Por exemplo, eles são utilizados para coletar informações sobre as páginas que você visita e quantos cliques são necessários para realizar uma tarefa.

Mídias sociaisAssim como terceiros, usamos cookies de mídias sociais para mostrar anúncios e conteúdo com base nos perfis de redes sociais e na atividade em nossos sites. Eles são empregados para conectar sua atividade em nossos sites aos perfis de redes sociais para que os anúncios e o conteúdo visualizados em nossos sites e nas mídias sociais possam refletir melhor seus interesses.

Google AdwordsAssim como terceiros, usamos cookies de publicidade e marketing para mostrar novos anúncios após registrar os anúncios que você já viu. Eles também são utilizados para rastrear os anúncios nos quais você clica e mostrar anúncios mais relevantes para você. Por exemplo, eles são usados para detectar quando você clica em um anúncio e para mostrar anúncios com base em seus interesses nas mídias sociais e no histórico de navegação do site.

OutrosEventualmente, outros tipos de dados não previstos expressamente nesta Política de Privacidade poderão ser coletados, desde que sejam fornecidos com o consentimento do usuário, ou, ainda, que a coleta seja permitida com fundamento em outra base legal prevista em lei. Em qualquer caso, a coleta de dados e as atividades de tratamento dela decorrentes serão informadas aos usuários do site.