Recorde: dez startups brasileiras conquistaram status de unicórnio em 2021

Além de ser o ano em que o Brasil bateu recorde de investimentos em startups – mais de R$ 50 bilhões aportados – em 2021 o país ganhou mais dez unicórnios, que são startups com valor de mercado de pelo menos US$ 1 bilhão.

Segundo um levantamento feito entre novembro de 2020 e outubro de 2021 pelo Crunchbase, o Brasil se tornou o sétimo maior mercado mundial em termos de investimento para startups.

Entraram para esse seleto grupo de bilionárias MadeiraMadeira, Hotmart, Único, Nuvemshop, Mercado Bitcoin, Frete.Com, Daki, Merama, Olist e Facily, que atuam em setores diversos como e-commerce, mídia, fintech, segurança e logística.

Estima-se que o Brasil possua atualmente cerca de 13 mil startups em diferentes estágios de desenvolvimento, atuando em diversos segmentos, tais como educação, saúde, agronegócio, comunicação, finanças e saúde.  Só a Softex, entidade que atua há 25 anos em prol do fomento da transformação digital brasileira, possui 5 mil em seu portfólio.

E o que se prevê para 2022? Que mais sete possam se somar aos atuais 24 unicórnios brasileiros. Seriam elas: Alice, Beep Saúde, Neon, Descomplica, Cora, Kovi e Trybe.

Fabrício Lourenco