Pesquisar
Close this search box.

Rede MCTI/Softex de Computação Quântica deverá impulsionar esta ciência no país

Iniciativa contará com a coordenação do Senai Cimatec para a sua operação

Na noite desta terça-feira (1), foi apresentada na live “Transformação Digital no Governo Federal” realizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em seu canal no YouTube, a Rede de Computação Quântica, iniciativa do ministério em parceria com a Softex e que conta com a coordenação do Senai Cimatec. O diretor-executivo de negócios do Senai, Adhvan Furtado, explicou a sua proposta.

Segundo ele, a “Computação Quântica vai mudar a arquitetura tradicional dos computadores para um novo desenho que vai aprimorar, ainda mais, o desempenho dos computadores”. Em linhas gerais, a computação quântica pode ser considerada como uma tecnologia emergente, que busca resolver problemas complexos ou impossíveis para os supercomputadores tradicionais.

“Será uma mudança de bits para qubits”, pontua Furtado. Na prática, o comportamento dos chamados qubits permitirá que os computadores quânticos rodem diversos cálculos ao mesmo tempo, por meio de várias fontes de dados, em maior escala. “Essa mudança favorecerá uma transformação completa na forma de como trabalhamos com software”, explica o diretor da Cimatec.

O grande desafio do Brasil será o de entrar nesse universo de computação quântica e unir esforços para que essa tecnologia seja acessível a todos. Para Adhvan, o caminho é longo, mas não impossível. “A   iniciativa do MCTI e da Softex na criação da Rede, permitirá a integração de empresas e universidades que já trabalham com computação quântica com foco na capacitação de pessoas, adequação de algoritmos para a realidade do Brasil. A nossa perspectiva é que startups brasileiras utilizem tecnologia nacional para o desenvolvimento de computação quântica”, conclui Adhvan.

“Essa tecnologia promete entregar vários avanços em diversas áreas do conhecimento e é fundamental para darmos continuidade ao processo de transformação digital do Brasil”, destaca o ministro Marcos Pontes.

Na avaliação de Ruben Delgado, presidente da Softex “a tecnologia quântica é capaz de abrir um novo mundo de possibilidades, principalmente na área de pesquisa e desenvolvimento.”

Participaram da live o ministro Marcos Pontes; o secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Paulo Alvim; o diretor de Ciência e Tecnologia e Inovação Digital do MCTI, José Gontijo; e o presidente da Softex, Ruben Delgado.

Clique aqui para acessar o conteúdo completo sobre a Rede de Computação Quântica.

Bate-Papo Ciência & Tecnologia no Dia a Dia com o ministro Marcos Pontes

 

 

plugins premium WordPress
Rolar para cima