Pesquisar
Close this search box.

Redes de investimento anjo projetam aportar R$ 85 milhões em 2023

Por Karen Kornilovicz

Os investidores anjos brasileiros continuam com apetite para investir em startups. Um levantamento realizado por um grupo de líderes de redes de anjos apontou que em 2022 foram investidos R$ 68 milhões em 128 startups nacionais. A projeção do grupo, que reúne 24 das maiores redes de investidores anjos do país, é de que se feche 2023 com R$ 80 milhões em investimento. Um crescimento de 25% em relação ao ano anterior.

Não só o volume de investimento vem crescendo, mas também o número de investidores anjo. O estudo mostra que 532 startups foram investidas desde a criação das redes que, hoje, contam com 3.258 investidores. Esse número representa um crescimento de 27% no número de investidores em relação 2021.

Outro dado que chama atenção no levantamento são os valores investidos. Em média, cada investidor aporta R$ 25 mil (máximo de R$ 100 mil e mínimo R$ 5mil) e, quando se fala de rede, a média fica entre R$ 400 mil e R$ 800 mil (máximo R$ 1,5 milhão e mínimo R$ 100 mil).

Entre os setores mais investidos se destacam as agritechs, edtechs, fintechs, food techs, construtech, lawtech, SAAs, negócios de impacto socioambiental e finalmente, varejo e e-commerce em diferentes modelos de negócio. Vemos ainda que houve um aumento no interesse em startups em estágio de tração, o que mostra o amadurecimento do setor.

plugins premium WordPress
Rolar para cima