Pesquisar
Close this search box.

Softex Experience analisa arquiteturas cognitivas e os benefícios de investimentos em P&D por meio da Lei de Informática

Eles são cada vez mais numerosos e mais espertos. São dispositivos que usam todo o seu tempo para observar, registrar e gerar o conhecimento necessário para que eles reconheçam imagens, textos complexos e sons, diferenciando até mesmo a entonação de nossa voz. É a inteligência artificial e o aprendizado de máquina empregados de forma cada vez mais intensiva em nosso cotidiano, tanto no campo pessoal como no profissional.

Entretanto, a área de inteligência artificial é atualmente muito boa para resolver problemas isolados. Mas, quando precisamos integrar essas informações para agir em situações mais complexas, ainda nos deparamos com diversos elementos fragmentados. A ideia das arquiteturas cognitivas é dar um passo à frente, pensando em como realizar essa integração e construir uma criatura inteligente.

Nesse painel, Mário Cintra, gerente de P&D do Instituto Eldorado; Leandro Villas, professor no Instituto de Computação da Universidade de Campinas (UNICAMP); Benicio Goulart, gerente de desenvolvimento de software da Motorola; e Diônes Lima, vice-presidente executivo da Softex, analisarão de que forma a Lei de Informática e os incentivos fiscais podem alavancar a inovação nos negócios.

Como exemplo, será apresentado o Hub de Inteligência Artificial e Arquiteturas Cognitivas (H.IAAC). No ano passado, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), a Softex, o Instituto Eldorado e a Unicamp criaram esse espaço de disseminação e desenvolvimento de conhecimento sobre tecnologias capazes de integrar recursos de inteligência em dispositivos móveis com o propósito de torná-los efetivamente inteligentes e hábeis a tomar decisões.

Confira a programação completa do Softex Experience e garanta a sua inscrição – gratuita – no endereço https://experience.softex.br/

 

 

plugins premium WordPress
Rolar para cima