Vem aí a BlackWin, a primeira plataforma de investidoras-anjo negras do Brasil

No dia 25 de julho, será lançada a BlackWin, primeira plataforma de investidores-anjo liderada por mulheres negras.

As startups early stage (estágio inicial) interessadas em obter recursos da BlackWin nas rodadas de investimento – que podem chegar a R$ 100 mil/cada – deverão ser fundadas por pessoas negras que detenham pelo menos 50% do capital social ou possuir uma equipe majoritariamente negra em cargos de C-Level.

Também serão considerados critérios de inovação social ou tecnológica, o quanto o projeto é capaz de solucionar gargalos importantes do país e contribuir para atingir os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) da ONU.

Já integram a plataforma 20 mulheres negras apoiadoras, pertencentes a diferentes áreas, como jurídico e due diligence, contábil, finanças corporativas, empreendedorismo, consultoria empresarial, compliance, administração de fundos e investimentos de impacto.

 

Com informações do e-Investidor Estadão