A Softex, coordenadora do Programa MPS.BR, comunica as condições para inscrição na Prova para Implementadores MPS-RH (P2-MPS-RH). Data: 07 de dezembro de 2017 Horário: 13h às 17h (8 horas) Local: Simultaneamente em diversos locais do Brasil onde tenham Agentes ou apoios da SOFTEX Data limite para inscrições: 01 de dezembro de 2017. Pré-requisito: Curso de Introdução ao MPS-RH (C1-MPS-RH).

  • A prova deverá ser feita com  o uso de notebook.
  • A prova será COM consulta (à apostila do Curso MR-MPS-RH, ao Guia Geral MPS de Gestão de Pessoas, ao P-CMM®: People Capability Maturity Model e ao PNQ – Prêmio Nacional da Qualidade). O Guia Geral está disponível no site www.softex.br/mpsbr.

  Investimento: R$ 850,00 (oitocentos e cinquenta reais) – Para Associados Softex R$ 930 (novecentos e trinta reais) – Para Não-Associados Inscrições: Inscreva-se aqui Realização:  Simultaneamente em diversos locais do Brasil onde tenham Agentes ou apoios da SOFTEX. Não emissão de notas fiscais: a Softex não emite notas fiscais. A inscrição em questão, com recibo enviado, não deve ter retenção na fonte de tributos, conforme lei federal complementar 116/03, artigo 3º, inciso I a XXII. Para ler a declaração completa favor clique no link a seguir: Declaração.   Informações: Sociedade Softex thiago@softex.br  Tel.: (61) 3327-2319

Números apresentados durante o Gartner ITxpo com a presença do Brasil IT+

Estande do Brasil IT+ e Keynote de abertura com destaque para delegação brasileira presente

O Gartner, afirma que as despesas mundiais com TI deverão totalizar US$ 3,7 trilhões em 2018, um aumento de 4,3% em relação ao valor estimado de US$ 3,5 trilhões para 2017. Essa e outras tendências de mercado foram apontadas pelo instituto durante o Gartner ITxpo de 1 a 5 de outubro, em Orlando nos EUA. Na ocasião, o Brasil IT+, projeto desenvolvido pela Softex em parceria com a Apex-Brasil, apresentou um diversificado portfólio de tecnologias brasileiras. A partir de reuniões ocorridas durante o evento, a delegação de empresas do Brasil IT+ espera gerar cerca de 9.6 milhões de dólares em negócios nos próximos 12 meses. Veja a seguir mais detalhes dos números apresentados durante o ITxpo. O software corporativo e os serviços de TI continuam mostrando um forte crescimento, com os serviços de comunicação impulsionando a maior parte dos gastos. A previsão é que o gasto com software cresça 8,5% em 2017 e aumente mais 9,4% em 2018, totalizando US$ 387 bilhões (tabela 1). As despesas com serviços de TI estão em ritmo de elevar 4% em 2017, para atingir US$ 931 bilhões, e aumentar 5,3% em 2018, alcançando US$ 980 bilhões. O segmento de dispositivos deverá mostrar crescimento pela primeira vez em dois anos com um aumento de 5,3% em 2017 e 5% em 2018. O aumento dos preços médios de venda de celulares premium em mercados maduros, em parte devido à introdução do iPhone 8 e 10, juntamente com uma demanda inerente por PCs de empresas que estão substituindo suas máquinas por PCs com Windows 10, está impulsionando o crescimento nesse segmento.

Tabela 1. Previsão mundial de gastos com TI (bilhões de dólares US$)
Gastos 2017Crescimento 2017 (%)Gastos 2018Crescimento 2018 (%)
Sistemas de Data Center1731,71761,8
Software corporativo3548,53879,4
Dispositivos6645,36975,0
Serviços de TI9314,09805,3
Serviços de Comunicação1.3870,91.4172,2
TI em Geral3.5083,33.6584,3
Fonte: Gartner (Outubro de 2017) Embora todos os segmentos de gastos com TI devam crescer em 2017, o Gartner identificou dez mercados dentro dessas áreas que constituirão a parte mais dinâmica da previsão de gastos com TI em 2018. “Olhando para a oportunidade de mercado – quão lucrativo ele é, quão grande e quão rápido está crescendo hoje e nos próximos cinco anos –, identificamos os principais setores dos quais as empresas deveriam fazer parte em 2018”, afirma John-David Lovelock, Vice-Presidente de Pesquisas do Gartner. “Os gastos globais com TI estão mostrando um crescimento geral pequeno, assim como os mercados tradicionais. Esses dez principais setores serão a chave para permanecer relevante e alcançar o crescimento no futuro”, completa. Esses dez mercados, incluindo três segmentos de Nuvem (Infraestrutura como Serviço, Plataforma Integrada como Serviço e Plataforma de Comunicação como Serviço), variam de tecnologias que aprimoram o local de trabalho digital, como a colaboração em grupos de trabalho, o Analytics da força de trabalho e o middleware orientado para mensagens de vídeo, até segurança (detecção de endpoint e resposta), Analytics (descoberta de dados inteligentes) e armazenamento (grades de dados na memória). Todos têm como objetivo permitir e melhorar os esforços de transformação digital de uma organização. “O cenário de compra de TI está mudando: a transformação dos negócios digitais é um esforço para criar redes conectadas, plataformas e novos fluxos de receita da indústria”, afirma Lovelock. “As organizações que não estão criando novos modelos de negócios digitais ou novas formas de engajar clientes ou outros integrantes estão ficando para trás. Os fornecedores que não se moverem mais rapidamente do que seus clientes serão ultrapassados”, afirma. Já de acordo com Guilherme Amorim, que acompanhou pela Softex a delegação brasileira durante o Gartner ITxpo, essas tendências globais indicam que o Projeto Brasil IT+ é uma iniciativa acertada, pois investe num setor em plena expansão e transformação.”As empresas do Brasil IT+ participaram com eficiência da edição deste ano, não apenas na interlocução com CiO’s, gerando leads qualificados, mas também como palestrantes em key-notes, se apresentando como influenciadores globais de temas estratégicos na tecnologia atual, como Blockchain, Inteligência Artificial e Chatbots”, acrescenta Guilherme.

A Softex, coordenadora do Programa MPS.BR, comunica as condições para inscrição no Curso de Introdução ao MPS-RH (C1-MPS- RH), com 8 horas de duração em São Paulo/SP.

Data: 16 de novembro de 2017

Horário: 08h30 às 17h30 (8 horas)

Local: Hotel IBIS Congonhas – R. Baronesa de Bela Vista, 801 – Vila Congonhas, São Paulo

Data limite para inscrições: 09 de novembro de 2017.

Instrutor: Renato Luiz Della Volpe Sócio Diretor da ASR Consultoria e Assessoria em Qualidade Ltda;

Formado em 1983 em Eng. Mecânica pela FEI e Pós-graduação em Administração pela USP – 2001; Examinador do PNQ – Prêmio Nacional da Qualidade em 1997, 1999 e 2001; Atuação com o modelo SW-CMM desde 1996 e CMMI desde 2002; Avaliador do CMM/CMMI nos métodos CBA/SCE  e SCAMPI pelo Software Engineering Institute – atual CMMI Institute; Experiência de 30 anos em engenharia de produção e gestão da qualidade – implantação de SGQ – ISO 9000; TL 9000; Métodos de pesquisa de satisfação de clientes e de avaliação e qualificação de fornecedores; Coordenador no projeto RELAIS da implementação do modelo MoProSoft em grupo de empresas de TIC; Integrante da Equipe Técnica do Modelo – ETM MPS.BR – MPS RH e Relator do modelo MPS-RH Gestão de Pessoas; Avaliador do CERTICS – Certificação de Produtos de Software; Presidente do SPIN (Software Process Improvement Network) de São Paulo.

Objetivos: Apresentar uma introdução ao modelo MPS.RH (Gestão de Pessoas), baseado no Modelo MPS de Referência MPS para Gestão de Pessoas. O Guia Geral MPS de Gestão de Pessoas:2016, que tem como referências a Norma Internacional NBR ISO 9001:2008 [ABNT, 2008], a série da Norma Internacional ISO/IEC 33000, o modelo P-CMM® (People Capability Maturity Model) [SEI, 2001], a norma NMX-I- 059/2-NYCE- 2011 Tecnología de la información – Software – Modelos de procesos y evaluación para el desarrollo y mantenimiento de software – Parte 2: Requisitos de procesos (MoProSoft) [NYCE, 2011], além de modelos de excelência como o PNQ – Prêmio Nacional da Qualidade [FNQ, 2011].

Público Alvo: Profissionais interessados a oferecer às Empresas orientações para a implementação gradativa de práticas de gestão de RH aplicáveis, não somente à indústria de TIC, como aos demais setores, de forma a selecionar, desenvolver e reter talentos humanos necessários ao atendimento dos objetivos organizacionais. Pré-requisito: Não há pré-requisito para inscrição neste curso. A participação neste curso é pré-requisito para: • participação como representante da sua empresa na equipe de avaliação oficial do MPS.BR. Contudo, o curso não é restrito a este público, sendo recomendado também para gestores, coordenadores de trabalhos de melhoria e público em geral, que queiram conhecer e discutir o modelo. • inscrições futuras em Cursos de Implementação do MPS-RH (C2-MPS- RH), Prova de Implementação MPS-RH (P2-MPS- RH), Cursos de Avaliação MPS (C3-MPS) e Prova de Avaliação MPS-RH (P3-MPS- RH).

Investimento:

– R$ 797,00 (setecentos e noventa e sete reis) para associados Softex.

– R$ 872,00 (oitocentos e setenta e dois reais) para não associados.

Inscrições: INSCREVA-SE AQUI!

Regras do Comunicado:

– Não emissão de notas fiscais: a Softex não emite notas fiscais. O Curso em questão, com recibo enviado, não deve ter retenção na fonte de tributos, conforme lei federal complementar 116/03, artigo 3º, inciso I a XXII. – Confirmação da Inscrição: A inscrição será considerada confirmada mediante pagamento do boleto bancário, ou caso negociada a forma de pagamento com a (o) responsável pelos cursos.

– Desistência: Em caso de cancelamento de inscrição (após pagamento) não haverá reembolso, somente substituição de participante(s) ou concessão de crédito para futuros eventos. No entanto, para que ocorram tais substituições, ou créditos, solicitamos que nos envie um e-mail com antecedência de 5 dias da data do evento.

– Crédito: O crédito terá validade para 1 (um) ano (a partir da data da ocorrência), após este período o crédito perde a validade. – Substituição de inscritos: Mediante comunicação por e-mail do participante ou da empresa até cinco dias antes do evento. – Cancelamento do evento: Apesar de remoto, o evento poderá ter sua data de realização e/ou local alterados em função do “quórum”. Caso isso venha a ocorrer, e considerando que as alterações não lhe sejam convenientes, você poderá optar pelo “reembolso integral do valor investido” ou um crédito para outro evento.

– Certificado: O certificado de participação no curso será providenciado após confirmarmos o pagamento do evento, a assinatura na lista de presença (com freqüência mínima de 75%) e recebermos as avaliações individuais do referido curso.

Recomendações:

– Recomenda-se que os inscritos levem o Guia Geral MPS de Gestão de Pessoas impresso. O documento está disponível no site do MPS.BR na seção Guias. Direitos Autorais: Este curso não poderá ser gravado, filmado, ou ter seus materiais reproduzidos sem autorização expressa da Sociedade SOFTEX, que é detentora de todos os direitos autorais.

Contato:

Sociedade Softex Thiago Amors thiago@softex.br Tel.: (61) 3731-7047

No último dia 03 de outubro, a Softex, em parceria com a Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação – Asserti, ofereceu o workshops “Linhas de Financiamento, Ações e Programas para o setor de TI”. No intuito de fomentar o setor de TICs de Marília e região, o workshop foi conduzido pela área de investimentos da Softex. Durante o evento foram apresentadas programas e benefícios disponíveis às empresas, bem como as principais fontes de fomento e financiamento para inovação tecnológica. No período da tarde, as empresas contaram com atendimento individualizado onde conhecimentos sobre o objeto do curso foi compartilhado, além de levantar questões e soluções para viabilizar a obtenção de fomentos e participação nas ações e programas conduzidos pela Softex. Participaram do encontro cerca de 20 empresas de diversos portes, de Startups a empresas maduras. O Secretário Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Marília, Cássio Luiz Pinto Junior, esteve presente para conhecer o ecossistema empreendedor e oportunidades para o desenvolvimento de TICs da região. O evento foi realizado no InnovaSpace Coworking, ambiente de empreendedorismo e inovação, recentemente inaugurado, instalado no Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília.

Entre os dias 25 a 28 de setembro, a Softex, em parceria com Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, com o foco na prospecção tecnológica e novas parcerias, representou o Brasil na última edição do ITU Telecom World 2017, realizado em Busan, Coréia do Sul. O encontro conectou players dos ecossistemas de P,D&I de TICs com líderes de setores, pequenas e médias empresas de todo o mundo, universidades, centros de pesquisa e representantes de nações como Arábia Saudita, Emirados Árabes e África do Sul, além da OCDE e World Bank. Os temas centrais do evento foram a Transformação Digital e a 4ª Revolução Industrial, além  dos espaços de exposições, conferências e discussões com renomados especialistas. A presença da Softex em eventos deste porte tem como objetivo o contato com parceiros estratégicos visando o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras, promoção da internacionalização do setor de TI e a atração de investimentos estrangeiros diretos. O encontro com empresas privadas, governo e universidades faz parte dos esforços para alavancar a internacionalização e exportação de software, hardware e serviços de TI no mercado externo. Ainda durante a programação, a Softex recebeu o “Certificado de Excelência” do International Telecommunication Union – ITU, agência da ONU especializada em TICs. Os certificados são concedidos aos participantes que promoveram iniciativas inovadoras durante a conferência. Para Ruben Delgado, Presidente da Softex, “o Brasil, mesmo diante das dificuldades de competitividade, não está perdendo o posicionamento como nação exponencial na sua capacidade de atender a crescente demanda global no uso das TICs. Receber a certificação durante o evento demonstrou que a Softex, como agente catalisador de iniciativas que promovem a competitividade do Software brasileiro, está no caminho certo”.

No último dia 26 de setembro, o Governo Federal lançou o Programa Progredir. O Programa reúne ações destinadas a auxiliar as pessoas inscritas no Cadastro Único e beneficiárias do Bolsa Família na busca de autonomia, independência e emancipação, por meio da promoção humana e da geração de emprego e renda. Com o envolvimento de vários ministérios e sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Social – MDS, a iniciativa disponibilizará R$ 3 bilhões anuais em microcrédito para fortalecer negócios, além de oferecer 1 milhão de vagas em cursos de capacitação, aulas de educação financeira e assessoria técnica a autônomos. O Programa Brasil Mais TI, criado pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, sob a gestão operacional da Softex, apoia o Programa disponibilizando cursos online de formação na área de Tecnologia da Informação. Ao todo, são disponibilizados mais de 40 cursos online e gratuitos como oportunidade de acesso a carreira de TI. Ao final do curso, os participantes recebem certificados de conclusão, estando aptos a ingressarem no mercado de trabalho. Saiba mais – http://mds.gov.br/assuntos/progredir/