O evento, que conta com o apoio da Softex, será 100 on-line e gratuito

Por Fabrício Lourenço
Assessoria de Imprensa Softex

 

Brasília, 11 de junho de 2021.  Startups, empreendedores, investidores, corporações tradicionais, agentes de inovação, estudantes e curiosos têm um encontro (virtual) marcado para o dia 17 de junho. Nominado de AceleraçãoDF, o evento promete fazer barulho no ecossistema de inovação.

De acordo com os organizadores, o objetivo o AceleraçãoDF é fazer um intercâmbio entre os atores do ecossistema (startups, empreendedores…) para a troca de experiências. Para reunir esse seleto público, foi criada uma cidade virtual, plataforma online que centralizará as informações, interações, vídeos, palestras e conexão entre os participantes.

No evento serão apresentados o resultado do programa de três meses de imersão das startups aceleradas pela Cotidiano, organizadora do evento. Todas elas foram selecionadas durante a décima edição do CAMP, programa de Aceleração da Cotidiano.

O Distrito Digital, programa idealizado pela Softex e FAPDF, terá um estande virtual no evento. O Distrito, que é um apoiador do AceleraçãoDF, vai reforçar a mensagem sobre a importância de uma nova mentalidade nas empresas estabelecidas, para que coloquem a Inovação como centro de suas estratégias de negócios e passem a operar, cada vez mais, com uma “mentalidade de startup”. Vale ressaltar que  o intraempreendedorismo e a inovação aberta contribuem fortemente para a construção desse nova modalidade. A Softex também terá um estande virtual.

 

Serviço

AceleraçãoDF

Dia: 17 de junho

Hora: Das 9h às 21h

Público-alvo:  Empreendedores, startups, investidores, estudantes, curiosos e apaixonados por empreendedorismo e inovação.

Onde? Cidade virtual exclusiva

Valor: gratuito

Onde se inscrever?  bit.ly/inscricao-aceleracaoDF

Onde ver mais informações? só seguir no instagram @cotidianoaceleradora

O evento, que é uma iniciativa da Softex, acontece nesta quarta (9), às 13h.

Por Fabrício Lourenço
Assessoria de Imprensa Softex

Brasília, 8 de junho de 2021.   Nesta quarta-feira (9), o bate-papo virtual  “Construindo uma operação de combate à fraude da cadeia logística” é tema de mais uma edição do MPS Talks. O convidado para ministrar a palestra é Bruno Fonseca (LOGGI).

O  MPS Talks é uma iniciativa da Softex, acontece todas as quartas, às 13h, e tem meia hora de duração. As inscrições, que são gratuitas, podem ser efetuadas aqui. 

Startups do portfólio da Softex constam na lista das selecionadas

Por Fabrício Lourenço
Repórter Softex com informações Pequenas Empresas &Grandes Negócios

 

Brasília, 4 de junho de 2021. Dados da Inside Venture Capital Report apontam que apenas entre os meses de janeiro e maio, as startups captaram U$ 3,2 bilhões em aportes, o que representa 90% do que foi investido durante todo o ano de 2020. Ainda, segundo a pesquisa, foram registradas 91 fusões e aquisições, o que demonstra o amadurecimento do ambiente de negócios.

Nesse cenário promissor, a quarta edição da 100 Startups to Watch prova que o crescimento das startups no país está de vento em polpa. A lista relaciona as que trazem soluções inovadoras para atender às demandas da economia do país.

Ao todo foram inscritas 2.063 empresas. Uma bancada de 27 jurados, entre consultores, investidores e representantes da comunidade de startups, elegeu a lista final.

Entre as 100 selecionadas, cinco startups (até o momento) do portfólio de programas gerenciados pela Softex fazem parte da lista. São elas: AgriConnected, Netshow.me, Zeeng e Avec (Conecta Startup Brasil) e Predify (IA2 MCTI).

Atuando há quase 25 anos para impulsionar o desenvolvimento do Brasil por meio da inovação e da Transformação Digital, criando, promovendo e executando diversos programas de apoio e fomento ao setor de TICs em âmbito nacional e internacional, a Softex tem sede em Brasília e Manaus, possui 21 Agentes Regionais, 51 ICTs credenciadas, 1 aceleradora exclusiva e 19 parceiras e beneficia cerca de 5 mil startups e mais de 6 mil empresas.

Em seu portfólio de execução estão, entre outros, os Programas Prioritários de Ciência e Tecnologia, PPEI SUFRAMA e PNM Design de Microeletrônica , TechD, Conecta Startup Brasil, Brasil Mais Digital, Escola do Trabalhador 4.0,  Brasil IT+, Distrito Digital e MPS.BR.

Regulamentação dá mais segurança e contribui para o crescimento do ecossistema de empreendedorismo no Brasil 

Por Karen Kornilovicz
Assessoria de Imprensa Softex

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou ontem (1° de junho) o novo Marco Legal das Startups e do Empreendedorismo Inovador. O texto aborda seis importantes alicerces do ecossistema – investidores, recursos de fundos, programas e editais, incentivos fiscais, ambientes regulatórios e investidores-anjo – e a regulamentação proposta está dividida em quatro pilares principais:

  • desburocratização do ambiente de negócios
  • participação em processos de licitação
  • facilitação de acesso a investimentos
  • regulamentação das relações de trabalho como um todo

“Essas medidas de estímulo à criação de novas empresas inovadoras, associadas a um ambiente de negócios juridicamente mais seguro tanto aos investidores como também aos empreendedores, aliadas à redução da burocracia, com certeza impulsionarão a alocação de capital para investimentos em novos negócios, gerando assim uma maior participação das startups na economia brasileira”, analisa Ruben Delgado, presidente da Softex.

Estima-se que o Brasil possua atualmente cerca de 13 mil startups em diferentes estágios de desenvolvimento, presentes em diversos segmentos, tais como educação, saúde, agronegócio, comunicação, finanças e saúde.  Só a Softex, entidade que atua, há quase 25 anos, em prol do fomento da transformação digital brasileira, possui 5 mil em seu portfólio.

Entre outros pontos importantes, o texto define exatamente o que é uma startup e estabelece os princípios e as diretrizes para a sua participação em licitações públicas, regulamentando ainda a contratação de soluções inovadoras pela administração pública.

O novo Marco Legal engloba também quatro diretrizes para fomentar o desenvolvimento das startups: promoção do empreendedorismo digital; garantia de acesso aos programas, instituições de ensino e instrumentos que acabam por viabilizar a efetiva redução de custos; aumento da produtividade e da melhor gestão de projetos; e promoção de programas de inovação aberta, pré-aceleração e aceleração, com o objetivo de estimular a cultura empreendedora.

 

Por Fabrício Lourenço
Assessoria de Imprensa Softex

Brasília, 24 de maio de 2021.  O MPS Talks desta quarta-feira (26) abordará o tema “Qualidade de produto no contexto de Lean Startup”, que será ministrado por Pedro Teodoro, da Softex.  As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas aqui. 

 

 

Iniciativa da Softex, o MPS Talks discute, toda quarta, às 13h e com duração de meia hora, temas de interesse para o ecossistema.

Fique ligado!

O que? MPS Talks

Quando? Todas as quartas

Hora: 13h, com meia hora de duração

 

 

Por Fabrício Lourenço
Assessoria de Imprensa Softex

Brasília, 18 de maio de 2021.  Por mais que seja difícil conceituar qualidade por sua complexidade, cabe, de certo modo, tentar defini-la como um método gerencial que por meio de procedimentos difundidos em toda organização, busca garantir a satisfação do cliente com o produto final a ser apresentado, no que foi acordado no início do processo.

O MPS TalKs desta quarta, 19, traz como tema a “Qualidade de Software –  Avaliação Prática em Sistemas de IoT”, que pode ser conceituada como um conjunto de características a serem satisfeitas e que atenda às necessidades de seus clientes. Para falar sobre o assunto, o MPS Talks convidou Kathia Oliveira, da Université Polytecnique Hauts-dr-France

 

 

Iniciativa da Softex, o MPS Talks discute, toda quarta, às 13h, temas de interesse para o ecossistema.  O  MPS Talks tem meia hora de duração e as inscrições, que são gratuitas,  podem ser efetuadas aqui.

 

Fique ligado!

O que? MPS Talks

Quando? Todas as quartas

Hora: 13h, com meia hora de duração