De 100 empresas brasileiras de TI, 42% tem buscado desenvolver soluções em Inteligência Artificial (IA). É um dado expressivo e, de acordo com o Gartner, o valor global de negócios derivados de IA será de US$ 1,2 trilhão neste ano, valor que representa um aumento de 70% em relação a 2017. A estimativa é de que o setor de Inteligência Artificial movimente, em 2022, US$ 3,9 trilhões.

Ainda de acordo com o Gartner, existem três diferentes fontes de geração de valor em negócios de IA: experiência do cliente, nova fonte de renda e redução de custo.

Experiência do cliente

A experiência do cliente é uma condição prévia necessária para a adoção em ampla escala da tecnologia de IA para destravar seu potencial pleno de mercado e capacitar a geração de valor.

Produtos inteligentes representam 18% do valor global de negócios derivados de IA em 2018, mas projeta-se uma redução para 14% até 2022, à medida em que outros tipos de sistema com base em redes neurais profundas (DNN) se desenvolverem. Produtos inteligentes possuem IA embutida neles, normalmente na forma de sistemas de nuvem que podem integrar dados sobre as preferências do usuário a partir de sistemas e interações múltiplas. Eles aprendem sobre seus usuários e suas preferências e hiperpersonalizam a experiência.

Nova fonte de renda

Em 2021, a busca por novas fontes de renda se tornará dominante, uma vez que as empresas terão descoberto o valor de negócio ao utilizar IA para aumentar vendas de produtos e serviços existentes, bem como terão vislumbrado oportunidades para novos produtos e serviços. Desta forma, no longo prazo, o valor de negócios de IA estará relacionado com possibilidades de novas rendas.

Atualmente, os sistemas de automação de decisão utilizam Inteligência Artificial para automatizar tarefas ou otimizar processos de negócios. Eles são particularmente úteis em tarefas tais como traduzir voz para texto e vice-versa, processar formas ou imagens manuscritas e classificar outros conteúdos ricos de dados não prontamente acessíveis a sistemas convencionais. Já que dados não estruturados e a ambiguidade são a base do mundo corporativo, a automação da decisão – conforme esta amadurece – trará enorme valor de negócios para as organizações.

Redução de custo

A Inteligência Artificial promete ser a classe mais disruptiva de tecnologias durante os próximos 10 anos devido aos avanços no poder, volume, velocidade e variedade de dados, assim como avanços nas redes neurais profundas (DNNs).

Nesse cenário, agentes virtuais também permitem que as organizações corporativas reduzam custos de mão-de-obra já que assumem pedidos e tarefas simples de Call Center, serviço de apoio e outros agentes humanos de serviço, enquanto entregam as questões mais complexas aos seus parceiros humanos. Eles podem ainda fornecer estímulo para receitas, como no caso de consultores robotizados em serviços financeiros e vendas em centrais. Agentes virtuais representam hoje 46% do valor dos negócios derivados de Inteligência Artificial e projeta-se um recuo nesse percentual para 26% até 2022, conforme avançam outros tipos de AI.

Ruben Delgado, presidente da Softex, esteve presente no Abes Software Conference 2018. O encontro anual é uma iniciativa da ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software com o objetivo de reunir diversos setores para debater as tendências para tecnologia nacional e suas políticas públicas. Na ocasião também estiveram presentes várias entidades do setor, parceiras da Softex e ainda tivemos a oportunidades de conhecer as propostas dos presidenciáveis para o setor de TIC.

Estão abertas as inscrições para a 14ª edição do tradicional Workshop Anual do MPS (WAMPS 2018), que este ano será realizado no dia 24 de agosto em Maringá, no Paraná, como parte da programação do TICNOVA 2018.

O WAMPS 2018 reunirá avaliadores, implementadores e sênior advisors, empreendedores, startups e demais profissionais ligados ao MPS.BR, programa da Softex que conta com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O MPS.BR tem por objetivo melhorar a capacidade de desenvolvimento de software, serviços e as práticas de gestão de RH na indústria de TIC utilizando um modelo adequado à realidade e às necessidades das empresas nacionais.

Com 143 avaliações MPS Software e MPS Serviços realizadas desde 2004, o Paraná é o estado que ocupa a primeira posição no ranking nacional. A liderança paranaense é resultado do trabalho contínuo realizado pelo setor de Tecnologia da Informação no estado e executado pelos agentes regionais da Softex – Cenetic, Software by Maringá e Senai Londrina – com o apoio da Assespro-Paraná e do Sebrae.

Segundo Rafaela Campos, presidente da Software by Maringá, entidade que reúne mais de 100 empresas de TI, startups e profissionais autônomos e que atua como agente Softex, a realização do Workshop Anual do MPS (WAMPS 2018) durante a 6ª edição do TICNOVA, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação do sul do país, é de extrema importância para o ecossistema crescente de TI na região.

“Atualmente Maringá é a segunda cidade com o maior número de certificações MPS.BR do Brasil, só perdendo para São Paulo. Queremos que cada vez mais empresas adotem esses processos que otimizem nossa capacidade de desenvolvimento de software para que as empresas se tornem cada vez mais competitivas e ganhem escala global”, finaliza Rafaela.

Lançado há 14 anos, o MPS.BR é o único programa brasileiro de avaliações de qualidade voltado para setor de TIC. Contempla hoje três modelos de referência – software, serviços e recursos humanos – e conta com 18 instituições implementadoras. Os três modelos do MPS contabilizam um total de 831 avaliações e mais de 6.400 pessoas capacitadas.

Para Diônes Lima, vice-presidente executivo da Softex, “o Programa MPS.BR tem sido importante na melhoria da capacidade de desenvolvimento de software, serviços e gestão de pessoas nas empresas de TI; e também no fomento da competitividade das empresas do setor”.

“Metodologias Ágeis: Desafios e Lições Aprendidas” é um dos temas em debate durante o evento. Trata-se uma alternativa ao modelo tradicional de construção de aplicações tecnológicas usadas para agilizar o trabalho dos desenvolvedores e proporcionar a melhoria contínua dos processos por meio da aproximação e da maior colaboração entre o time de desenvolvimento com os experts de negócios, gerando benefícios como redução de riscos e erros, melhoria da qualidade do produto final, maior produtividade, agilidade na tomada de decisões e no time-to-market.

Destaque também para a palestra “Não há qualidade sem segurança”. Na oportunidade, serão abordados os principais conceitos do desenvolvimento seguro de software e apresentados números comprovando que cuidar da segurança desde início do processo reduz o custo total de desenvolvimento e manutenção de sistemas.

A grade de palestras inclui ainda uma avaliação sobre a integração de processos de melhoria e gestão com MPS Serviços e ISO 20.000 e uma análise sobre a questão da qualidade em gestão de pessoas, software e serviços como fator de excelência e sucesso.

Para informações adicionais, inscrições e acesso à programação completa do WAMPS 2018 visite  http://wamps.softex.br/

WAMPS 2018

Data: 24 de agosto – Horário: das 8h30 às 16h30

Local: SEBRAE – Maringá-PR – Av. Bento Munhoz da Rocha Neto, 1116

Softex e University Huawei assinam acordo de parceria. A ação prevê a oferta de cursos Huawei Brasil na plataforma Brasil Mais Ti . Durante o evento de Welcome Back do Programa Seeds for the Future o Presidente da Softex, Ruben Delgado, assinou o termo de compromisso entre as instituições.

Avaliadores Auditores MPS – agosto de 2018
(resultado da publicação do COMUNICADO SOFTEX MPS 03/2018)

CONFIRA OS CANDIDATOS HABILITADOS: Candidatos Habilitados para Auditores das Avaliações MPS

Informações:
Sociedade Softex
Thiago Amoras
thiago@softex.br
Tel.: (61) 3327-2319

O evento acontece no WTC Sheraton Hotel, em São Paulo, nos dias 14 e 15 de agosto

Gartner Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, anuncia que estão abertas as inscrições para a Conferência Gartner Segurança e Gestão de Risco 2018. O evento vai antecipar as principais tendências de tecnologia para um público com poder de decisão, formado por CIOs e executivos estratégicos de TI. Analistas também trarão novidades para a área de segurança e gestão de risco das empresas.

“Participar da conferência significa ter acesso a insights e tendências sobre o mercado de TI que está em transformação com novas frentes como Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial. Além disso, serão exploradas tecnologias de segurança em evolução e cenários de ameaças em constante mudança”, afirma Augusto Barros, Diretor de Pesquisas do Gartner e Chairman da Conferência.

Conferência Gartner vai oferecer uma cobertura abrangente das prioridades relevantes para os executivos de segurança e gestão de risco. Será demonstrado como reconhecer ameaças recentes, avançar com segurança em Cloud, enfrentar a escassez de profissionais qualificados e atender aos grandes desafios de compliance. Executivos participantes aprenderão como preparar o seu negócio para incorporar assertivamente tecnologias como Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial, Aprendizado de Máquina e Analytics. Analistas farão avaliações do impacto doBlockchain e dos recursos de escalabilidade nos processos de cibersegurança.

“O evento reúne as principais autoridades em segurança e gestão de risco para aprimorar a capacidade de liderança dos executivos de TI. A conferência traz as informações necessárias para viabilizar os negócios digitais com segurança em um mundo com riscos crescentes”, explica Barros.

Durante a programação, o público terá acesso às apresentações de analistas do Gartner, além de pesquisas inéditas, workshops e casos de sucesso. A conferência proporciona um ambiente com oportunidades de interação e de troca de experiências. Durante o evento, participantes que desejam conselhos específicos para os desafios de suas empresas poderão agendar reuniões particulares com analistas do Gartner.

Há preços diferenciados para profissionais do setor público e descontos para grupos. Interessados devem contatar o Gartner pelo e-mail brasil.inscricoes@gartner.com, site gartner.com/br/security ou pelo telefone (11) 5632-3109.