Seis startups integrantes dos programas da Softex – Caren, ManejeBem, LuckieTech e VoVs (IA2 MCTI), TechTale ([email protected] Empodera) e SDW (Conecta Startup Brasil) estão entre as 45 selecionadas para o estágio de Tração e de Criação do BNDES Garagem, iniciativa que tem a missão de desenvolver e fomentar o empreendedorismo no Brasil por meio do apoio a empreendedores e startups. Esta edição, que recebeu mais de 1.360 inscrições, tem como foco impulsionar negócios de impacto que queiram contribuir para a resolução de desafios sociais ou ambientais.

“Preparamos as startups de nosso portfólio para o mercado nacional e internacional com foco, principalmente, no crescimento de seus negócios”, destaca Rayanny Nunes, gerente de inovação da Softex.

Totalmente gratuito, o BNDES Garagem reúne os principais atores do setor – de grandes corporações a fundos de investimento – e garante aos selecionados acesso a workshops, conteúdos, acompanhamento individual, mentorias, eventos de conexão e também a uma privilegiada rede de parceiros.

Com um portfólio que contempla atualmente mais de 600 startups investidas e 6 mil projetos cadastrados, a Softex vem se consolidando como referência para o ecossistema de inovação brasileiro.

Conheça as startups do portfólio Softex selecionadas:

  • Caren – sistema de protocolos inteligentes que permite que profissionais de saúde acompanhem toda a jornada do paciente
  • ManejeBem – auxilia o produtor rural familiar a conectar-se com a assistência agrícola de qualidade, gerando inteligência por meio da tecnologia
  • SDW – tem o propósito de desenvolver tecnologias hídricas e de saneamento que proporcionem mais saúde e qualidade de vida à população de maior vulnerabilidade socioambiental
  • VoVs – marketplace de habilidades que reúne pessoas com 55 anos ou mais e as conecta a clientes em potencial
  • TechTale – visa a inclusão, o empoderamento e a qualidade de vida de crianças com deficiências por meio de jogos e de e-books customizáveis que podem ser adaptados de acordo as habilidades das crianças e utilizados no contexto terapêutico ou de lazer
  • LuckieTech – com a missão de reduzir a taxa de mortalidade de crianças, desenvolveu um sistema completo que realiza o monitoramento de sinais vitais a cada 5 minutos

Encerra-se na próxima sexta-feira, 29 de outubro, o prazo de inscrição para os servidores do município de Teresina interessados em participar do Projeto de Inovação Pública, uma iniciativa conjunta da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e do Programa THEch, que tem execução da Softex.

Seu objetivo é capacitar 50 servidores no uso de ferramentas inovadoras que possam ajudar na construção de soluções criativas e eficientes para os desafios vivenciados pela administração pública.

“Queremos estimular o desenvolvimento de soluções que beneficiem a sociedade por meio da colaboração e do emprego de metodologias inovadoras. Esse projeto é uma oportunidade para o servidor se atualizar profissionalmente diante do novo hoje impulsionado pela pandemia”, destaca José Bringel Filho, coordenador do Programa THEch.

O Projeto de Inovação Pública do Programa THEch é composto por quatro etapas: capacitação on-line com duração de duas semanas para o desenvolvimento da habilidade de solucionar problemas complexos, acompanhamento, atividades práticas e conclusão. Os conteúdos incluem uma apresentação sobre Inovação, estratégias para desvendar problemas, Metodologia 5W, metodologias Ágeis e Design Thinking. Os participantes que tiverem 75% de assiduidade nas aulas receberão o certificado de conclusão.

Os servidores do município de Teresina que possuam atuação na administração pública ou estejam alocados em qualquer área podem fazer sua inscrição no endereço https://bit.ly/participe_inovacaopublica. Informações adicionais pelo e-mail [email protected]

Desde que entrou em vigor, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP), tornou-se obrigatória em todas empresas e organizações publicas e privadas. O cenário tecnológico também teve mudanças com a aplicabilidade da lei, a exemplo de softwares que impactam diretamente na prestação de serviços.
Para discutir sobre o assunto, o MPS Talks desta quarta-feira (20), debate o case prático: Fábrica de Software, com foco na LGPD através do MPS.BR, a ser proferido por Ademir Padilha e Edenilson Burity (Senai Londrina). O MPS Talks acontece todas as quartas e tem meia hora de duração.

Serviço
MPS Talks
Tema: Atendendo a LGPD através do MPS.BR (Software, Serviços, Gestão de
Pessoas).
Case prático: Fábrica de Software
Data: 20/10/2021
Horário: 13h00

Para se inscrever clique aqui

Na próxima terça-feira, 26 de outubro, a partir das 15h00, a Apex-Brasil, em parceria com a Softex, promoverá o “Webinar França”, com o objetivo de apresentar as oportunidades, investimentos, políticas públicas e conexões oferecidas pelo país às startups.

A programação destacará ainda a bem-sucedida experiência da brasileira Sikur, empresa gaúcha especializada em soluções de segurança e comunicação corporativa que, em 2020, mudou sua sede para a França e se instalou no parque tecnológico Sophia Antipolis, na Côte D’Azur. O local é o maior parque tecnológico da Europa.

Na última década, o ecossistema de tecnologia da França passou por uma grande transformação e atualmente Paris é segundo principal centro para investimentos em startups na Europa, atrás apenas de Londres.

Ao longo dos últimos anos, o governo francês vem promovendo uma forte mobilização coletiva para fomentar o crescimento das startups e do setor digital. Com sistemas de financiamento eficientes e institutos de pesquisa reconhecidos, a França desenvolveu um ecossistema maduro para novas empresas. Paris, por exemplo, é a sede do STATION F, o maior campus de startups do mundo, inaugurado em 2017.

As inscrições para o webinar são gratuitas e as vagas limitadas. Garanta sua participação aqui

O Programa DF Inovador, realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) e executado pela Softex, acaba de publicar um estudo sobre o ecossistema de inovação do Distrito Federal e Ride.
Ao longo de 100 páginas, ele apresenta o contexto do ecossistema de inovação da região, mapeia os atores intervenientes do cenário local, relaciona dados econômicos e educacionais, casos de sucesso nacionais e internacionais e identifica oportunidades de atuação nos temas de inovação, empreendedorismo e desenvolvimento tecnológico, incluindo recomendações sobre as etapas necessárias para o fomento do ecossistema local e o papel de atuação do DF inovador nesse contexto.
O levantamento traz, ainda, uma consolidação de dados primários e secundários sobre o panorama brasileiro e do Distrito Federal e RIDE, além de destacar o desenvolvimento e as características de impacto socioeconômico, cultural e inovador resultantes do investimento no ecossistema de inovação.
A proposta do Programa DF Inovador é promover a inovação e a transformação digital de empresas e organizações da região, bem como desenvolver talentos conectados à nova economia digital. Ele também tem papel estratégico no esforço de transformar Brasília em uma Cidade Inteligente, iniciativa conduzida pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), com o apoio da FAP-DF e do SEBRAE-DF.
Clique aqui para acessar o conteúdo completo do estudo.

A TECHTALE, startup integrante do programa [email protected] da Softex, foi vencedora do Banco Montepio Acredita Portugal, o maior concurso de empreendedorismo do país, na categoria empreendedorismo social. Esta foi a 11.ª edição do concurso que este ano recebeu a submissão de mais de 10.600 ideias de negócios de diversos países.

Mãe de uma criança com paralisia cerebral, Gloria Brandão criou a TECHTALE em parceria com as co-founders Elaine Brandão e a Fernanda Urbano em meio à pandemia, pois precisava dar a continuidade no ambiente on-line aos atendimentos terapêuticos de Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia e Musicoterapia da filha antes realizados de forma presencial.

“Acabei descobrindo que praticamente todas as atividades precisavam ser adaptadas, pois não havia um jogo, um brinquedo pronto para uso. Isso me fez refletir em como poderia tornar esse trabalho mais prático e acessível. Assim nasceu a TECHTALE”, relembra Gloria.

A TECHTALE é uma startup de impacto social que visa a inclusão, o empoderamento e a qualidade de vida de crianças com deficiências por meio de jogos e de e-books customizáveis que podem ser adaptados de acordo as habilidades das crianças e utilizados  no contexto terapêutico ou de lazer.

Atualmente, seus principais clientes são terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogas, fisioterapeutas e mães que buscam recursos inclusivos para o treinamento de habilidades motoras e cognitivas de crianças com deficiências. De acordo com dados da ONU, cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo possuem alguma deficiência. No Brasil são 45 milhões.

“Crianças aprendem e desenvolvem suas habilidades brincando, mas a maioria dos jogos e dos brinquedos não são inclusivos. A TECHTALE entra no mercado para suprir essa lacuna e tornar o aprendizado acessível”, destaca Gloria Brandão.

O programa de capacitação feminina Ela [email protected] deu à TECHTALE toda a base de conhecimento para iniciar o negócio. Quando ele foi concluído, Gloria sabia que precisava de mais suporte para continuar desenvolvendo o trabalho e as habilidades de empreendedorismo da startup.

“Acabamos voltando nossos olhos para Portugal, um país que é referência em inclusão. Além disso, possui diversas iniciativas para a aceleração de startups e fortalecimento dos empreendedores. Descobrimos o concurso Banco Montepio Acredita Portugal, nos inscrevemos, passamos por todas as seletivas e acabamos vencendo em nossa categoria. É  uma enorme conquista, pois abre para a TECHTALE uma importante porta para o mercado internacional, uma vez que a premiação inclui assessoria em diversos setores, o que possibilitará não apenas a nossa entrada, mas a nossa consolidação no mercado português”, comemora Gloria.

“Ver a TECHTALE ganhar impulsão no [email protected] e agora tração com essa conquista confirma o nosso acerto em tê-la escolhido para aceleração no programa. Além de ser um país reconhecidamente inovador, Portugal alavancará com certeza muitas oportunidades para a empresa na Europa”, destaca Elisa Carlos, head de inovação da Softex.

Sobre os planos para o futuro, em novembro a TECHTALE lançará uma atualização de sua plataforma on-line, novos e-books e jogos customizáveis, além de implementar o recurso de comando de voz. A startup também negocia parcerias com editoras nacionais e internacionais.

“Incluir é um benefício para todos, pois dando às pessoas com necessidades especiais a oportunidade de se desenvolver, trazemos impactos positivos na economia, formamos profissionais e crescemos”, conclui Gloria Brandão.


Crédito da Foto: TECHTALE