Letramento Digital: conheça o projeto do MCTI em parceria com a Softex e a Positivo

O futuro nunca esteve tão próximo. E a largada para nos tornarmos hábeis e capazes de dominar ainda mais a tecnologia – que muda velozmente -, foi dada na 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia com o lançamento do Programa de Letramento Digital, iniciativa do MCTI que tem com parceiros a Positivo e a Softex, que coordenará o programa.

O letramento digital tem como foco capacitar jovens em habilidades do futuro. “O futuro aponta cada vez mais para novas tecnologias no dia a dia. E os jovens precisam se capacitar, se adaptar às mudanças para que possam trabalhar nas profissões que irão surgir” , destaca o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes.

Outro ponto de destaque do programa é que as empresas invistam em projetos prioritários da Lei Informática voltados à capacitação de jovens em habilidades que formam, em Inglês, a sigla STEM: Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática.

O  vice-presidente da Softex, Diônes Lima, disse, no seu discurso, que a entidade tem focado , nos últimos anos, em atividades de capacitação de pessoal em Inteligência Artificial por meio da Lei de Informática.  Segundo ele, “ atualmente capacitamos  mais de 11 mil pessoas graças a Lei e aos institutos que nos ajudaram na construção metodológica e tornaram possível essa capacitação”.

O projeto piloto será sediado no Paraná, em parceria com o governo do Estado, e a meta é capacitar 2 mil estudantes em 20 escolas, além de capacitar centenas de professores e monitores. O intuito é que os estudantes possam vivenciar a formação alinhada a habilidades do futuro, ampliando oportunidades de inserção no mercado de trabalho.

Assessoria de Imprensa Softex, com informações da Assessoria de Imprensa do MCTI
Fotos: MCTI