Vivemos em uma época transitória de eras. Na era digital a prova passa ser eletrônica e as testemunhas passaram a ser as máquinas e seus respectivos endereços IPs. Nem todos estão preparados para abandonar velhos costumes e enfrentar novos paradigmas. Os usuários em geral não estão preparados com boas práticas para não serem vítimas de um crime digital, nem tão pouco as empresas possuem políticas de cyber segurança, backups e guarda de logs e provas.

A boa prática digital ensina que não devemos navegar em sites inseguros, não devemos realizar cadastros com nossos dados pessoais aleatoriamente; muito menos ser um clicador feliz; não devemos deixar os “cookies e popups” ativos pois nossos dados podem ser coletados e utilizados a nossa revelia.

Os golpes e ataques na internet crescem cada vez mais, em 2014 entrou em vigor o Marco Civil que dispõe sobre os direitos e deveres dos usuários e prestadores de serviços de internet. Agora será o momento da transição digital, Big Data e internet das coisas (IoT), onde tudo e todos os dispositivos e dados estarão conectados permitindo-lhes enviar e receber informações através da rede. Já a guarda de dados pessoais acaba de ter seu projeto de lei (PLS 184/14) aprovado e preconiza a forma pela qual serão tratadas as informações da sociedade civil, visando salvaguardar que os usuários não tenham sua privacidade invadida o que caracterizaria crime digital.

Os crimes virtuais podem ter definições puramente virtuais, mas seus efeitos são facilmente percebidos ao chamado mundo real, atualmente não se pode separar essas duas definições, pois os crimes virtuais têm grande reflexo no cotidiano da sociedade.

As polícias estão se aperfeiçoando para enfrentar os novos tipos de crimes efetuados com simples computadores que podem ser chamados de novas armas. E como fazemos para combater tais crimes?

Cada vez mais as empresas e suas infraestruturas críticas são base e alvos do terrorismo cibernético, portanto há a necessidade imediata de blindagem das engenharias de automação das plantas industriais que assim tornam-se proativas às ameaças digitais. A questão não é mais se eu for atacado. E sim o que fazer quando for atacado.

E o assunto não para por aí! A necessidade de aprimoramento é constante para desenvolvimento do seu negócio diante das ameaças. Os maiores especialistas do assunto no Brasil estarão reunidos em Salvador. Você e sua empresa poderão fazer parte deste grande encontro!

Participar do I Encontro de Direito de Digital e Segurança da Informação é estar integrado e atualizado com todas essas discussões que estão presentes na gestão das organizações contemporâneas. Discutir com especialistas destacados no cenário nacional e baiano os principais assuntos da atualidade sobre o Direito Digital e Segurança da Informação para área industrial, no âmbito jurídico e cibernético.

Na ocasião o Presidente da Softex, Ruben Delgado será palestrante com o tema: “Posicionamento em Inovação e Tecnologia para a Bahia”.

Data do evento: 03 de dezembro de 2015 Horário: Das 8:00hs às 13:00hs Local: Salão de Eventos do Ed. Mundo Plaza

Fonte: Assessoria I Encontro de Direito Digital e Segurança da Informação – Salvador / BA

Os empreendedores interessados em apresentar sua startup para uma banca de investidores terão uma grande image1oportunidade. A Incubadora Tecnológica de Campina Grande (ITCG) vai realizar no sábado, 28 de novembro, no auditório do Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo – CITTA – o 1º Demo Day ITCG/PaqTcPB.

Além das apresentações das empresas, o evento consta de palestras focadas no empreendedorismo inovador e em oportunidades de mercado. De acordo com a coordenadora da ITCG, Janayna Ibiapina, eventos desse porte costumam atrair um público de cerca de 150 pessoas. A coordenadora acrescenta que “trata-se de uma oportunidade ímpar para que as empresas possam apresentar seus empreendimentos para investidores”.

Na ocasião Sabrina Mendes, responsável pela Inteligência de Mercado Internacional do Projeto Softex/Apex-Brasil, abordará o tema: Lean Internationalization: agir local e pensar global, sonhando sem fronteiras.  http://demodayitcg.com/

Sobre o Demo Day –  O Demo Day é um evento inovador e inspirador , onde as startups têm a oportunidade de apresentar seus produtos e serviços a investidores com experiência e credibilidade, e que poderão fazer com que seu negócio possa se tornar altamente lucrativo. A iniciativa representa uma excelente oportunidade para que a sociedade conheça melhor o potencial empreendedor e ás últimas tecnológicas e serviços gerados por esses empreendimentos.

Mais informações podem ser obtidas através do fone: 83 2101-9030 ou endereço eletrônico: itcg@paqtc.org.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa PaqTcPB

Vivemos em uma época transitória de eras. Na era digital a prova passa ser eletrônica e as testemunhas passaram a ser as máquinas e seus respectivos endereços IPs. Nem todos estão preparados para abandonar velhos costumes e enfrentar novos paradigmas. Os usuários em geral não estão preparados com boas práticas para não serem vítimas de um crime digital, nem tão pouco as empresas possuem políticas de cyber segurança, backups e guarda de logs e provas.

A boa prática digital ensina que não devemos navegar em sites inseguros, não devemos realizar cadastros com nossos dados pessoais aleatoriamente; muito menos ser um clicador feliz; não devemos deixar os “cookies e popups” ativos pois nossos dados podem ser coletados e utilizados a nossa revelia.

Os golpes e ataques na internet crescem cada vez mais, em 2014 entrou em vigor o Marco Civil que dispõe sobre os direitos e deveres dos usuários e prestadores de serviços de internet. Agora será o momento da transição digital, Big Data e internet das coisas (IoT), onde tudo e todos os dispositivos e dados estarão conectados permitindo-lhes enviar e receber informações através da rede. Já a guarda de dados pessoais acaba de ter seu projeto de lei (PLS 184/14) aprovado e preconiza a forma pela qual serão tratadas as informações da sociedade civil, visando salvaguardar que os usuários não tenham sua privacidade invadida o que caracterizaria crime digital.

Os crimes virtuais podem ter definições puramente virtuais, mas seus efeitos são facilmente percebidos ao chamado mundo real, atualmente não se pode separar essas duas definições, pois os crimes virtuais têm grande reflexo no cotidiano da sociedade.

As polícias estão se aperfeiçoando para enfrentar os novos tipos de crimes efetuados com simples computadores que podem ser chamados de novas armas. E como fazemos para combater tais crimes?

Cada vez mais as empresas e suas infraestruturas críticas são base e alvos do terrorismo cibernético, portanto há a necessidade imediata de blindagem das engenharias de automação das plantas industriais que assim tornam-se proativas às ameaças digitais. A questão não é mais se eu for atacado. E sim o que fazer quando for atacado.

E o assunto não para por aí! A necessidade de aprimoramento é constante para desenvolvimento do seu negócio diante das ameaças. Os maiores especialistas do assunto no Brasil estarão reunidos em Salvador. Você e sua empresa poderão fazer parte deste grande encontro!

Participar do I Encontro de Direito de Digital e Segurança da Informação é estar integrado e atualizado com todas essas discussões que estão presentes na gestão das organizações contemporâneas. Discutir com especialistas destacados no cenário nacional e baiano os principais assuntos da atualidade sobre o Direito Digital e Segurança da Informação para área industrial, no âmbito jurídico e cibernético.

Na ocasião o Presidente da Softex, Ruben Delgado será palestrante com o tema: “Posicionamento em Inovação e Tecnologia para a Bahia”.

Data do evento: 03 de dezembro de 2015 Horário: Das 8:00hs às 13:00hs Local: Salão de Eventos do Ed. Mundo Plaza

Fonte: Assessoria I Encontro de Direito Digital e Segurança da Informação – Salvador / BA

Os empreendedores interessados em apresentar sua startup para uma banca de investidores terão uma grande image1oportunidade. A Incubadora Tecnológica de Campina Grande (ITCG) vai realizar no sábado, 28 de novembro, no auditório do Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo – CITTA – o 1º Demo Day ITCG/PaqTcPB.

Além das apresentações das empresas, o evento consta de palestras focadas no empreendedorismo inovador e em oportunidades de mercado. De acordo com a coordenadora da ITCG, Janayna Ibiapina, eventos desse porte costumam atrair um público de cerca de 150 pessoas. A coordenadora acrescenta que “trata-se de uma oportunidade ímpar para que as empresas possam apresentar seus empreendimentos para investidores”.

Na ocasião Sabrina Mendes, responsável pela Inteligência de Mercado Internacional do Projeto Softex/Apex-Brasil, abordará o tema: Lean Internationalization: agir local e pensar global, sonhando sem fronteiras.  http://demodayitcg.com/

Sobre o Demo Day –  O Demo Day é um evento inovador e inspirador , onde as startups têm a oportunidade de apresentar seus produtos e serviços a investidores com experiência e credibilidade, e que poderão fazer com que seu negócio possa se tornar altamente lucrativo. A iniciativa representa uma excelente oportunidade para que a sociedade conheça melhor o potencial empreendedor e ás últimas tecnológicas e serviços gerados por esses empreendimentos.

Mais informações podem ser obtidas através do fone: 83 2101-9030 ou endereço eletrônico: itcg@paqtc.org.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa PaqTcPB

Vivemos em uma época transitória de eras. Na era digital a prova passa ser eletrônica e as testemunhas passaram a ser as máquinas e seus respectivos endereços IPs. Nem todos estão preparados para abandonar velhos costumes e enfrentar novos paradigmas. Os usuários em geral não estão preparados com boas práticas para não serem vítimas de um crime digital, nem tão pouco as empresas possuem políticas de cyber segurança, backups e guarda de logs e provas.

A boa prática digital ensina que não devemos navegar em sites inseguros, não devemos realizar cadastros com nossos dados pessoais aleatoriamente; muito menos ser um clicador feliz; não devemos deixar os “cookies e popups” ativos pois nossos dados podem ser coletados e utilizados a nossa revelia.

Os golpes e ataques na internet crescem cada vez mais, em 2014 entrou em vigor o Marco Civil que dispõe sobre os direitos e deveres dos usuários e prestadores de serviços de internet. Agora será o momento da transição digital, Big Data e internet das coisas (IoT), onde tudo e todos os dispositivos e dados estarão conectados permitindo-lhes enviar e receber informações através da rede. Já a guarda de dados pessoais acaba de ter seu projeto de lei (PLS 184/14) aprovado e preconiza a forma pela qual serão tratadas as informações da sociedade civil, visando salvaguardar que os usuários não tenham sua privacidade invadida o que caracterizaria crime digital.

Os crimes virtuais podem ter definições puramente virtuais, mas seus efeitos são facilmente percebidos ao chamado mundo real, atualmente não se pode separar essas duas definições, pois os crimes virtuais têm grande reflexo no cotidiano da sociedade.

As polícias estão se aperfeiçoando para enfrentar os novos tipos de crimes efetuados com simples computadores que podem ser chamados de novas armas. E como fazemos para combater tais crimes?

Cada vez mais as empresas e suas infraestruturas críticas são base e alvos do terrorismo cibernético, portanto há a necessidade imediata de blindagem das engenharias de automação das plantas industriais que assim tornam-se proativas às ameaças digitais. A questão não é mais se eu for atacado. E sim o que fazer quando for atacado.

E o assunto não para por aí! A necessidade de aprimoramento é constante para desenvolvimento do seu negócio diante das ameaças. Os maiores especialistas do assunto no Brasil estarão reunidos em Salvador. Você e sua empresa poderão fazer parte deste grande encontro!

Participar do I Encontro de Direito de Digital e Segurança da Informação é estar integrado e atualizado com todas essas discussões que estão presentes na gestão das organizações contemporâneas. Discutir com especialistas destacados no cenário nacional e baiano os principais assuntos da atualidade sobre o Direito Digital e Segurança da Informação para área industrial, no âmbito jurídico e cibernético.

Na ocasião o Presidente da Softex, Ruben Delgado será palestrante com o tema: “Posicionamento em Inovação e Tecnologia para a Bahia”.

Data do evento: 03 de dezembro de 2015 Horário: Das 8:00hs às 13:00hs Local: Salão de Eventos do Ed. Mundo Plaza

Fonte: Assessoria I Encontro de Direito Digital e Segurança da Informação – Salvador / BA

Os empreendedores interessados em apresentar sua startup para uma banca de investidores terão uma grande image1oportunidade. A Incubadora Tecnológica de Campina Grande (ITCG) vai realizar no sábado, 28 de novembro, no auditório do Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo – CITTA – o 1º Demo Day ITCG/PaqTcPB.

Além das apresentações das empresas, o evento consta de palestras focadas no empreendedorismo inovador e em oportunidades de mercado. De acordo com a coordenadora da ITCG, Janayna Ibiapina, eventos desse porte costumam atrair um público de cerca de 150 pessoas. A coordenadora acrescenta que “trata-se de uma oportunidade ímpar para que as empresas possam apresentar seus empreendimentos para investidores”.

Na ocasião Sabrina Mendes, responsável pela Inteligência de Mercado Internacional do Projeto Softex/Apex-Brasil, abordará o tema: Lean Internationalization: agir local e pensar global, sonhando sem fronteiras.  http://demodayitcg.com/

Sobre o Demo Day –  O Demo Day é um evento inovador e inspirador , onde as startups têm a oportunidade de apresentar seus produtos e serviços a investidores com experiência e credibilidade, e que poderão fazer com que seu negócio possa se tornar altamente lucrativo. A iniciativa representa uma excelente oportunidade para que a sociedade conheça melhor o potencial empreendedor e ás últimas tecnológicas e serviços gerados por esses empreendimentos.

Mais informações podem ser obtidas através do fone: 83 2101-9030 ou endereço eletrônico: itcg@paqtc.org.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa PaqTcPB