Em reconhecimento aos importantes serviços prestados ao setor de TI, a Softex foi uma das entidades homenageadas na manhã desta quinta-feira, 28 de outubro, durante o seminário seminário comemorativo aos 30 anos da Lei de Informática. O evento foi promovido pela Secretaria de Inovação e Empreendedorismo no auditório do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em Brasília.

Estiveram presentes, entre outras autoridades, o ministro Marcos Pontes; o senador Izalci Lucas; o deputado federal e vice-presidente do Conselho de Administração da Softex, Vitor Lippi; o secretário de inovação e empreendedorismo do MCTI, Paulo Alvim;  o secretário de radiodifusão do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão; e Ruben Delgado, presidente da Softex.

Para o ministro Marcos Pontes “ciência, tecnologia e inovações são essenciais para o desenvolvimento econômico e social de qualquer país. Hoje, colhemos os frutos dos 30 anos da Lei de Informática. A tecnologia está presente em todos os setores e estará cada vez mais. O futuro pertence ao conhecimento e à ciência”.

“A Lei de informática teve – e tem – um papel estratégico no setor empresarial, fundamental no setor acadêmico e para a nossa soberania tecnológica”, destacou Paulo Alvim, secretário de inovação e empreendedorismo do MCTI.

Publicada em 1991 e atualizada pela última vez em 2019, a Lei de Informática é a principal política de incentivo para o setor eletroeletrônico do Brasil, colaborando para a construção de um ambiente de mais competitividade focado em pesquisa, desenvolvimento e inovação.

“Há 30 anos, o país tem demonstrado interesse e capacidade para a fomentar a  transformação digital. A Lei concedeu importantes incentivos fiscais às empresas, possibilitando grandes investimentos e permitindo a entrada dos setores industriais brasileiros no concorrido mercado internacional”, destaca Ruben Delgado, presidente da Softex, agraciado com a medalha alusiva à data.

Confira como foi o encontro:

Medalha em homenagem aos 30 anos da Lei de Informática

Ministro Marcos Pontes e Ruben Delgado, presidente da Softex

Ministro Marcos Pontes e Ruben Delgado, presidente da Softex, na plateia do seminário

Seminário no MCTI reuniu em Brasília autoridades e representantes do setor

A Softex teve nove startups de seu portfólio destacadas na 6ª edição do Ranking 100 Open Startups. O critério de avaliação para fazer parte desta relação é medida por meio de critérios objetivos, vinculados estritamente com as relações de negócio estabelecidas entre startups e grandes empresas.

As startups que estão no ranking participaram do IA² MCTI, programa de aceleração tecnológica em inteligência artificial do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) com execução da Softex; Conecta StartUp Brasil e do Startup Brasil. São elas: PixForce, Oystr, QualityStorm, Implanta IT Solution, Privacy Tools, LogPyx, Econodata, GETMORE e SciCrop. A Implanta IT Solutions, plataforma SaaS de inteligência de dados, conquistou o primeiro lugar como a startup do ano no segmento AgriTech.

“Termos mais uma vez nossas startups relacionadas na plataforma 100 Open Startups é um reconhecimento ao trabalho de aceleração que temos realizado e evidencia a importância da Softex como uma referência no fomento à inovação digital”, destaca Rayanny Nunes, gerente de inovação da entidade, que contempla atualmente mais de 600 startups investidas e 6 mil projetos cadastrados.

O objetivo do  Ranking 100 Open Startups é dar visibilidade para as startups selecionadas, ampliando o reconhecimento e as oportunidades de negócio dos premiados. Para conhecer as listadas em 2021 acesse https://www.openstartups.net/site/ranking/rankings-startups.html

Conheça as startups do portfólio Softex que integram o Ranking 100 Open Startups 2021:

  • PixForce –  aplica visão computacional e machine learning para interpretação automática de imagens e vídeos, conforme necessidade do cliente
  • Oystr – Desenvolve robôs para captura e envio de informações dentro do ambiente jurídico
  • QualityStorm – solução para digitalização do processo de inspeção de qualidade focada na facilidade de operação.
  • Implanta IT Solution – plataforma SaaS de inteligência de dados que integra a indústria aos seus canais de vendas para coletar e tratar (usando IA) dados de sell out e estoque para garantir o produto certo, nos locais e quantidades certas
  • Privacy Tools – privacytech que auxilia empresas a proteger os dados pessoais com tecnologia 100% brasileira
  • LogPyx –  desenvolvedora de soluções de localização/tracking com IOT com particular aplicação para gestão de pátios logísticos
  • Econodata – plataforma online de prospecção B2B
  • GETMORE – soluções de cashback, fidelidade e gamificação para bancos e empresas
  • SciCrop – líder em soluções analíticas para agronegócio e cadeias de suprimentos relacionada

 

O evento discutirá o papel dos centros de eficiência na criação das smart cities

 

Brasília, 26 de outubro de 2021.  Cidades Inteligentes são uma realidade de muitos países que investem em tecnologia e inovação com foco na mobilidade urbana e na qualidade de vida dos seus habitantes. Para a criação e desenvolvimento dessas smart cities (cidades inteligentes) é preciso que um Centro de Eficiência Urbana contribua para a que esse projeto saia do papel.

O MPS Talks desta quarta (27), traz, às 13h, o assunto à tona com o tema “O papel dos Centro de Eficiência Urbana na criação das cidades inteligentes”, a ser proferido por Jorge Fernandes (UnB).

O MPS Talks, evento idealizado pela Softex que acontece todas as quartas e tem meia hora de duração, debate temas de interesse para o ecossistema brasileiro. O evento é gratuito, as vagas são limitadas e as inscrições podem ser efetuadas aqui. 

 

Seis startups integrantes dos programas da Softex – Caren, ManejeBem, LuckieTech e VoVs (IA2 MCTI), TechTale ([email protected] Empodera) e SDW (Conecta Startup Brasil) estão entre as 45 selecionadas para o estágio de Tração e de Criação do BNDES Garagem, iniciativa que tem a missão de desenvolver e fomentar o empreendedorismo no Brasil por meio do apoio a empreendedores e startups. Esta edição, que recebeu mais de 1.360 inscrições, tem como foco impulsionar negócios de impacto que queiram contribuir para a resolução de desafios sociais ou ambientais.

“Preparamos as startups de nosso portfólio para o mercado nacional e internacional com foco, principalmente, no crescimento de seus negócios”, destaca Rayanny Nunes, gerente de inovação da Softex.

Totalmente gratuito, o BNDES Garagem reúne os principais atores do setor – de grandes corporações a fundos de investimento – e garante aos selecionados acesso a workshops, conteúdos, acompanhamento individual, mentorias, eventos de conexão e também a uma privilegiada rede de parceiros.

Com um portfólio que contempla atualmente mais de 600 startups investidas e 6 mil projetos cadastrados, a Softex vem se consolidando como referência para o ecossistema de inovação brasileiro.

Conheça as startups do portfólio Softex selecionadas:

  • Caren – sistema de protocolos inteligentes que permite que profissionais de saúde acompanhem toda a jornada do paciente
  • ManejeBem – auxilia o produtor rural familiar a conectar-se com a assistência agrícola de qualidade, gerando inteligência por meio da tecnologia
  • SDW – tem o propósito de desenvolver tecnologias hídricas e de saneamento que proporcionem mais saúde e qualidade de vida à população de maior vulnerabilidade socioambiental
  • VoVs – marketplace de habilidades que reúne pessoas com 55 anos ou mais e as conecta a clientes em potencial
  • TechTale – visa a inclusão, o empoderamento e a qualidade de vida de crianças com deficiências por meio de jogos e de e-books customizáveis que podem ser adaptados de acordo as habilidades das crianças e utilizados no contexto terapêutico ou de lazer
  • LuckieTech – com a missão de reduzir a taxa de mortalidade de crianças, desenvolveu um sistema completo que realiza o monitoramento de sinais vitais a cada 5 minutos

Encerra-se na próxima sexta-feira, 29 de outubro, o prazo de inscrição para os servidores do município de Teresina interessados em participar do Projeto de Inovação Pública, uma iniciativa conjunta da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e do Programa THEch, que tem execução da Softex.

Seu objetivo é capacitar 50 servidores no uso de ferramentas inovadoras que possam ajudar na construção de soluções criativas e eficientes para os desafios vivenciados pela administração pública.

“Queremos estimular o desenvolvimento de soluções que beneficiem a sociedade por meio da colaboração e do emprego de metodologias inovadoras. Esse projeto é uma oportunidade para o servidor se atualizar profissionalmente diante do novo hoje impulsionado pela pandemia”, destaca José Bringel Filho, coordenador do Programa THEch.

O Projeto de Inovação Pública do Programa THEch é composto por quatro etapas: capacitação on-line com duração de duas semanas para o desenvolvimento da habilidade de solucionar problemas complexos, acompanhamento, atividades práticas e conclusão. Os conteúdos incluem uma apresentação sobre Inovação, estratégias para desvendar problemas, Metodologia 5W, metodologias Ágeis e Design Thinking. Os participantes que tiverem 75% de assiduidade nas aulas receberão o certificado de conclusão.

Os servidores do município de Teresina que possuam atuação na administração pública ou estejam alocados em qualquer área podem fazer sua inscrição no endereço https://bit.ly/participe_inovacaopublica. Informações adicionais pelo e-mail [email protected]

Desde que entrou em vigor, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP), tornou-se obrigatória em todas empresas e organizações publicas e privadas. O cenário tecnológico também teve mudanças com a aplicabilidade da lei, a exemplo de softwares que impactam diretamente na prestação de serviços.
Para discutir sobre o assunto, o MPS Talks desta quarta-feira (20), debate o case prático: Fábrica de Software, com foco na LGPD através do MPS.BR, a ser proferido por Ademir Padilha e Edenilson Burity (Senai Londrina). O MPS Talks acontece todas as quartas e tem meia hora de duração.

Serviço
MPS Talks
Tema: Atendendo a LGPD através do MPS.BR (Software, Serviços, Gestão de
Pessoas).
Case prático: Fábrica de Software
Data: 20/10/2021
Horário: 13h00

Para se inscrever clique aqui